BLOG DO ALEX MEDEIROS

30/07/2016
Simeone eleito melhor do mundo

O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, atingiu o climax da carreira ao colocar o clube espanhol duas vezes nas finais da Champions League. Ontem, ele apareceu no topo do tradicional ranking elaborado pela revista inglesa Four Four Two, uma das mais importantes publicações esportivas do mundo.

Na segunda posição aparece Pep Guardiola, que fez história com o Barcelona e conquistou troféus com o Bayern de Munique. Logo em seguida vem o seu compatriota Luis Henrique, atual técnico do Barça. O quarto colocado é o português José Mourinho, que acaba de trocar o Chelsea, onde fez uma temporada mediana, pelo Manchester United.

           



30/07/2016
Paes e Temer aguardam vaias

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que o momento atual do Brasil, de crise política e econômica, não é o ideal para sediar uma Olimpíada. "As pessoas não fazem ideia do que foi fazer e entregar esse evento com o Brasil nas condições que está e que não começaram ontem. O que estamos fazendo é um milagre", disse Paes em entrevista ao Estadão, ontem (29).

Questionado sobre se estaria preparado para receber vaias na abertura dos Jogos Olímpicos, no dia 5 de agosto, no Maracanã, o prefeito afirmou que já espera por uma reação negativa do público brasileiro e acrescentou que o presidente interino Michel Temer também espera pelas vaias.

"Como dizia Nelson Rodrigues, no Maracanã até minuto de silêncio recebe vaia. Imagina. Acho uma cultura feia do Brasil, principalmente quando a gente está em uma exposição internacional. Acho uma super falta de educação, como achei o que fizeram com a presidente Dilma, inclusive com grosserias, na Copa do Mundo. É a realidade brasileira. Até disse para o presidente Temer: ‘fique tranquilo que o senhor receberá a vaia da largada e eu recebo a da saída (festa de encerramento)".

O prefeito comentou, ainda, o episódio da Vila dos Atletas, em que delegações de alguns países queixaram-se das acomodações. Segundo ele, houve "um problema gravíssimo de gestão" e que durante três meses os apartamentos destinados aos atletas foram invadidos e muitas coisas se roubaram.

"As portas ficaram meio abertas, foi uma falta de atenção do comitê organizador, objetivamente. Você recebe as chaves de uma casa, você lista as condições. Não tinha (na entrega dos imóveis pelos construtores) nenhum apartamento sem privada, sem luminária. Isso tudo infelizmente foi roubado ao longo desses três meses. Não me pergunte por quem, eu não sei. Tanta gente entrou e saiu. O mais grave é que o grito de socorro só aconteceu na quinta-feira passada. Se tivesse um grito de alerta na sexta-feira anterior, estaria tudo resolvido. A gente tem reuniões com o COI, com o comitê organizador, pelo menos três vezes por semana. Tem planilha de alertas, de problemas", relatou.

           



30/07/2016
Francisco Em Auschwitz

"Não os quero deixar tristes, mas tenho que dizer-lhes a verdade. A crueldade não se acabou em Auschwitz e Birkenau", disse o papa Francisco ao aparecer na janela do palácio episcopal da Cracóvia, na Polônia, ao saudar os grupos de jovens que participam da Jornada Mundial da Juventude.

"Hoje se tortura, muitos são torturados para que falem. É terrível. Muitos homens e mulheres vivem como animais em cárceres superpovoados. É a crueldade dos tempos de hoje", acrescentou o pontífice.

"Eu vi a crueldade que faz 70 anos, hoje em muitos lugares onde há guerras ocorre a mesma coisa", explicou. Durante a visita de quase duas horas aos campos de concentração nazistas, Francisco não fez nenhum discurso oficial e se reuniu com 10 sobreviventes, assim como com 25 "justos das Nações", pessoas que salvaram judeus na Segunda Guerra Mundial.

           



29/07/2016
Gil de novo no hospital

Não está fácil para Gilberto Gil. O cantor e compositor baiano foi novamente internado no Hospital Sírio-Libanês, no centro de São Paulo, na manhã da sexta-feira, 29. Segundo sua assessoria de imprensa, ele tem insuficiência renal e a internação será feita mensalmente para o tratamento contínuo.

Em maio, Gil agradeceu aos fãs em sua página no Instagram. "Gostaria de agradecer a todos pela preocupação, inúmeras ligações, e-mails e recados aqui nas redes. Como vocês sabem, no mês passado iniciei um check-up aqui em São Paulo, interrompi pra fazer minha maratona de shows com Caetano Veloso pela América Latina, Estados Unidos e Europa, e agora retornei ao hospital com Flora Gil para terminar o meu check-up. Obrigado por tanto carinho, espero em breve estar em casa", escreveu ele.

           



29/07/2016
Russomano lidera em São Paulo

Deu no Estadão

P
esquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira sobra as intenções de votos para a prefeitura de São Paulo aponta o deputado Celso Russomanno (PRB) na liderança, com 29%. Russomanno já liderava a pesquisa anterior.

Os quatro candidatos mais próximos dele continuam empatados dentro da margem de erro de quatro pontos porcentuais: Marta Suplicy (PMDB), com 10%, deputada Luiza Erundina (PSOL) com 8%, o prefeito e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), com 7%, e o empresário João Doria (PSDB) com 7%. Brancos e nulos somam 18% e 4% não responderam.

Na pesquisa espontânea, os números são: Russomanno 10%, Haddad 5%, Doria 3%, Marta 2% e Erundina 2%. Brancos e nulos seriam 27% e 4% não responderam.

Russomanno ganharia de todos os adversários em um eventual segundo turno. A disputa mais acirrada seria com Marta (52% a 27%) e Erundina (54% a 25%). Contra Haddad, o candidato do PRB venceria por 59% a 17%, e com Doria a disputa ficaria em 57% a 17%.

Em um cenário sem Russomanno, Marta tomaria a dianteira com 18%, seguida de Erundina (12%), Haddad (9%) e Doria (8%).

Rejeição - O prefeito Fernando Haddad é o candidato com maior índice de rejeição, de 43%, seguido por Marta, com 36%. Erundina tem 28%, Russomanno registra 17%, e Doria, 13%.

A pesquisa contratada pelo Setcesp - Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região - ouviu 602 pessoas entre os dias 23 a 26 de agosto. A margem de erro é de quatro pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral com número SP-07058/2016. Os números desta sexta mostram um avanço, dentro da margem de erro, do candidato Celso Russomanno em comparação com a aferição feita pelo mesmo instituto divulgada no dia 21 de junho, enquanto os demais candidatos registraram índices semelhantes.

Na pesquisa anterior, Russomanno aparecia como líder na disputa pela Prefeitura de São Paulo com 26% das intenções de voto. O segundo lugar estava indefinido. Numericamente à frente aparecia a senadora Marta Suplicy, com 10%, seguida de perto pela deputada Luiza Erundina, com 8%. Ambas foram prefeitas de São Paulo pelo PT.

O prefeito Fernando Haddad estava com 7%. O empresário João Doria foi mencionado por 6% dos entrevistados e estava na frente do vereador Andrea Matarazzo (PSD), com 4%. O deputado federal Pastor Feliciano (PSC) apresentava o mesmo porcentual de Matarazzo: 4%. Já os deputado Major Olímpio (SD) e Roberto Tripoli (PV) acumularam 2% cada.

Na pergunta espontânea, em que os entrevistados são questionados sobre intenção de voto sem a apresentação dos nomes dos possíveis candidatos, pouco mais da metade (54%) declarou não saber em quem vai votar.

Haddad já era o líder no quesito rejeição: 46% não votariam nele de jeito nenhum. Marta era a segunda mais rejeitada, com 42%; Feliciano, 31%; Erundina, 29%. Já Russomanno era rejeitado por 22%.

           



28/07/2016
Um crime contra a Humanidade

As fotos acima circulam desde ontem num grupo de WhatsApp em Natal, e foram enviadas por profissionais embarcados em plataformas de petróleo instaladas em mares da África. Um deles localizado na costa de Camarões repassou as imagens para colegas da capital potiguar.

Trata-se de um dos mais bárbaros crimes contra pessoas necessitadas, um ato monstruoso de ausência de piedade com quem vive apenas de esperança e com a perspectiva de auxílio daqueles que têm o suficiente para viver bem.

Algumas empresas e Ongs responsáveis por receber donativos dos países ricos para serem distribuídos aos povos famintos e desabrigados das nações africanas, estão desviando roupas e tecidos em pleno percurdo marítimo dos seus navios, que vendem as cargas para as plataformas petrolíferas.

Os operários transformam as doações em material de limpeza, em trapos para limpar manchas de óleo. As autoridades do mundo livre precisam tomar uma providência e colocar agentes qualificados para investigar tal canalhice, um ato de monstros e não de homens. 

           



27/07/2016
Das coisas belas e estranhas do passado

Para os meus filhos Marana, Rudá e Renoir e para a sobrinha predileta Rochelle. 


Q
uando as grandes marcas mundiais recorrem a uma imagem retrô em seus cartazes publicitários, não significa barateamento de custo no uso de coisas do domínio público. Quando os automóveis mais sofisticados inserem em seus comerciais televisivos apenas uma canção antiga, não quer dizer que os criadores da agência estavam sem ideia original.

As recorrentes mensagens relativas ao passado são fruto de estudos que apontam uma tendência ao saudosismo que atinge todas as gerações. No filme "Meia Noite em Paris", um dos personagens criados por Woody Allen diz que cada geração tem um desejo saudoso de querer ter vivido nas décadas anteriores.

O sentimento de saudade é um dos mais bonitos, depois do amor e da gratidão, e pode significar também nossa consciência com o passar do tempo, como se o cérebro não nos deixasse desavisado da aproximação do fim. Quando o Facebook destaca todo dia uma foto ou fato da vida dos usuários há quatro ou cinco anos, também está lembrando que o tempo passou, que estamos envelhecendo, e que é preciso manter as recordações.

Estas viagens ao passado que acontecem no nosso cotidiano chegam a nós pela mesma razão do que ocorre na ficção literária ou audiovisual, que ao longo dos anos revisitam velhas histórias e as colocam no mercado para o deleite de uma massa incalculável. Porque nostalgia vende. Que o diga meu amigo Manuel Ramalho e seu projeto Oldflix de espantoso sucesso.

Aliás, nas últimas semanas, a empresa campeã de serviço por streaming, a Netflix, tem feito milhões de pessoas não sair de casa, plantadas que estão acompanhando a primeira temporada do seriado "Stranger Things", novo lançamento disponível aos assinantes. Trata-se de uma trama dos criativos irmãos Duffer que nos dão pitadas de clássicos do terror no nível de John Carpenter e Stephen King.

E se há uma coisa que de saída encantou a assistência foi o show de saudosismo com um roteiro todo inserido nos anos 1980 e repleto de imagens que nos impele aos contextos cinematográfico e musical do tempo da juventude de quarentões e cinquentões de agora. As referências a filmes como ET, Os Goonies e Conta Comigo jogam a sessão da tarde em nossos corações.

Não precisa ir longe para o saudosismo aflorar na gente. Antes da metade do primeiro episódio uma melancolia poética sacode o telespectador quando os quatro amigos, garotos pré-adolescentes, surgem em suas bicicletas se comunicando através de aparelhos walkie-talkies.

Quem assistiu ao filme Guardiões da Galáxia, sabe do que estou falando. Porque é de arrepiar ou lacrimar quando o jovem Peter Quail escuta em seu Walkman, numa sala de hospital, a balada I'm Not in Love, sucesso da banda britânica 10 cc, de 1976, e que embalou tantos namoros pelos anos 80 afora. Na nova série tem ainda o vestuário, os telefones de disco, os LPs de vinil e os cigarros que se fumava em qualquer lugar, até nos cinemas e aviões. Como estamos caretas, presos aqui no terceiro milênio.

Mas não é só de saudosismo e melancolia que se constrói a narrativa de Stranger Things, que apesar de alguns clichês (que cineastas não usam, né?) tem uma trama interessante e consistente em se tratando de linguagem de suspense e ficção. É muita coisa substanciosa para os gêmeos criadores que têm apenas 32 anos de idade.

Impossível não se tornar cúmplice dos meninos Mike, Dustin e Lucas, heroicamente imbuídos de localizar o amigo Will, raptado por uma criatura que habita um mundo de penumbra em outra dimensão, ou algum espaço do multiverso. Também ficamos solidários com a misteriosa menina Eleven, foragida de um laboratório comandado pelo próprio pai.

Por fim, caímos num misto de paixão e piedade pela mãe de Will, Joyce, num show de interpretação dramática da atriz Winona Ryder, devidamente convidada para estabelecer que a obra não é pouca coisa. E se você é da geração que caça Pokémon Go, não tem ideia da maravilha que eram os games dos anos 1980, disputados com sofreguidão de mãos trêmulas nos velhos Joysticks.

Stranger Things é assustador, mas é um amor. E não há melhor e estranho amor do que aquele que nos assusta, que nos surpreende, que nos faz parar no tempo. (AM)

           



Veja o video:

27/07/2016
Mundo virtual é animal

           



26/07/2016
Volonté em novo livro

Repetindo a dose "homeopoética" de 2014, quando juntou-se a um poeta de origem francesa para lançar o livro "Ganga Impura" (termo tirado de um poema de Olavo Bilac), o mais rimbaudiano dos poetas natalenses, Volonté, vem aí com outro livro, "Furor Sobejo" (agora se utilizando de Luís de Camões para compor o título).

Tendo novamente o francês Cura D'Ars de parceria e feitura poética, o novo livro acrescenta um outro personagem, o colombiano Gabo Penaforte. Calibrados num furor maldito, os poemas merecem ser consumidos num fôlego só, sem deixar sobejo ou sobras para após o Programa do Jô.

Furor Sobejo, que vem com o desconhecido selo da editora "Cwningen Book", trás ainda um prefácio do parnasiano Olavo Bilac, psicografado pela jornalista americana radicada em Parnamirim, Emma Thomas, e dois textos nas orelhas assinados por duas figuras imortais: Mr. Hyde e Dr. Jekyll.

Agora, prestem atenção às diversas datas de lançamento de Furor Sobejo:
Dia 25 de agosto, na Praça das Flores, Petrópolis, a partir das 18h.
Dia 27 de agosto, na Loja Letra & Música, Rua Floriano Peixoto, a partir das 11h.
Dia 01 de setembro, no Bar Mormaço, Lagoa Nova, a partir das 19h.

           



26/07/2016
Fora Dilma

As tropas de Michel Temer estão comemorando o visível crescimento do apoio senatorial ao afastamento definitivo de Dilma Rousseff. Um apanhado feito por auxiliares de Eliseu Padilha, da Casa Civil, revelou que já são entre 65 e 70 os senadores favoráveis.

No dia do julgamento, em agosto, serão necessários 54 votos para consagrar o impeachment da petista. Mas as tropas de Lula continuam estrebuchando e operando desesperadamente em Brasília.

           



26/07/2016
Até que nem tanto esotérico assim

Há pré-candidato a prefeito de Natal demonstrando maior preocupação em arrecadar uma bolada na estrutura de comunicação do que de disputar a cadeira de Carlos Eduardo. É a velha política travestida de nova se desmascarando.

           



26/07/2016
O vice do PMDB

Já disse aqui faz algum tempo que o prefeito Carlos Eduardo (PDT) tem manifestado em petit comitê que não morre de amores por um vice do PMDB, o partido dos seus primos Garibaldi Filho e Henrique Eduardo Alves.

Já tem marqueteiro adversário esperando um anúncio do nome do deputado Hermano Morais como seu parceiro de chapa só para exibir no horário eleitoral as pancadas que o peemedebista deu no alcaide na campanha de 2012.

A coisa seria tipo aquela clássica propaganda da Volkswagen, invertendo o sentido do "quem conhece confia". A imagem de Hermano batendo em Carlos Eduardo seria complementada com algo assim "quem conhece bem o prefeito é seu vice".

           



25/07/2016
O surgimento do mito Lennon & McCartney

Julho de 1957. Num pequeno palco armado atrás de uma igreja, se postaram os garotos da banda "Quarrymen", formada por John Lennon (vocais e guitarra), Eric Griffiths (Guitarra), Colin Hanton (bateria), Rod Davies (banjo), Pete Shotton (tábua de lavar roupa) e Len Garry (um cabo de vassoura preso à uma caixa de chá).

A meninada chegou em cima de uma boleia de caminhão. Em volta da praça havia além de música algumas barracas de artesanato, de jogos, guloseimas, uma apresentação de destreza de cães policiais e a coroação da "rainha das rosas", uma grande festa provinciana na sonolenta Liverpool.

Depois do almoço, começou um desfile de abertura com dois caminhões decorados de flores, um levando a rainha, escolhida entre as jovens estudantes do lugar, e outro carregando artistas, entre eles o pivete Lennon e seus amigos, todos ainda adolescentes.

Quando anoiteceu, os Quarrymen foram tocar outra vez (sem Colin Hanton), no salão de dança da igreja, situado no outro lado da rua. Se alternavam no palco com a banda de um tal George Edwards. O público pagou 2 xelins para entrar.

Foi naquele momento que o garoto Ivan Vaughan, que havia sido colega de Lennon na escolinha primária de Dovedale e estava estudando com Paul McCartney no Instituto Liverpool, apresentou um ao outro. Ele já tinha convidado Paul para ver seu amigo Lennon tocar.

Durante os primeiros minutos do encontro que celebraria uma parceria fértil e revolucionária, Paul ensinou John a afinar uma guitarra. Em entrevistas posteriores, já ambos ícones do rock, ele relembrou daquele momento: "Ele me pareceu um bom vocalista, apesar dos óculos de grau, era o único proeminente dos Quarrymen, os demais eu quase ignorei".

John também se impressionou com Paul, quando este demonstrou um talento natural para tocar as canções do repertório da banda de amigos. Até piano McCartney tocou naqueles dias de festa na igreja. Ele lembra de John tamborilando na madeira do piano e soltando hálito de cerveja.

Depois daquele encontro, o rock nunca mais foi mesmo, o comportamento do mundo se modificou a partir das canções criadas pela mais criativa dupla de compositores já existente. John e Paul foram a base primordial para o advento dos Beatles, uma banda que alterou o modo de vida das gerações a partir dos anos 1960; que virou lenda e agora caminha, quem sabe, para se tornar uma religião. Popularidade maior que Jesus Cristo já conseguiu. Ou não?

           



25/07/2016
Michael Moore diz porque Trump vai vencer

O controvertido cineasta e escritor americano Michael Moore, conhecido por suas ideias convergentes com o pensamento de esquerda, surpreendeu a mídia e seus seguidores ao publicar nas redes sociais cinco razões para a vitória do candidato republicano na sucessão de Barack Obama.

Ganhador do Oscar pelo documentário "Tiros em Columbine", Moore disse na web que Donald Trump será eleito presidente americano, derrotando Hillary Clinton. "Nunca na minha vida eu quis tanto estar equivocado como agora", postou ele com um ar de certeza do triunfo do milionário.

Para ele "este miserável, ignorante, palhaço e sociopata vai completar sua jornada sendo o nosso próximo presidente". Moore diz que se as pessoas pudessem votar apenas sentados no sofá de casa, Hillary venceria de goleada, "mas os eleitores têm que sair de casa e fazer cola para votar", escreveu.

Moore argumenta que se a maioria vive em bairros pobres, de negros e de latinos, não só estará em filas maiores de votação como encontrará um esquema próprio para impedir o voto, que não é obrigatório. Em sua opinião, a eleição dos EUA será vencida pelo candidato que tiver os eleitores mais motivados. "E a resposta é Donald Trumo", afirmou.

Veja agora os cinco motivos que levarão Trump à vitória, na avaliação de Michael Moore:

1. O voto da classe operária do Meio Oeste
Moore acredita que o candidato republicano vai focar a maior parte da sua atenção nos quatro estados que votam predominantemente no Partido Democrata. Eles formam o cinturão industrial dos Grandes Lagos: Michigan, Ohio, Pensilvânia e Wisconsin. As pesquisas de opinião parecem dar razão ao cineasta, já que nas primárias de março os eleitores de Michigan votaram em maior parte nos republicanos. E Trump está na frente na Pensilvânia e empata em Ohio.

2. Os furiosos homens brancos
Após 240 anos de homens governando os EUA, este domínio poderia estar chegando ao fim com uma vitória de Hillary, algo que muitos não aceitam. "Há uma sensação de que o poder escapou das mãos dos homens brancos, isto vai levar os descendentes de origem europeia a votar em Trump.

3. O problema de Hillary Clinton
"Nosso maior problema não é Trump, é Hillary. É tremendamente impopular (perto de 70% pensam que não é de confiança e que é desonesta) e representa a velha política", diz Moore. "Nenhum democrata, e também nenhum independente, vai se levantar em 8 de novembro entusiasmado para votar em Hillary como fizeram com Obama".

4. O voto deprimido de Bernie Sanders
Ainda que as pesquisas mostrem que mais seguidores de Sanders votarão em Hillary este ano do que quando votaram nela nas primárias de 2008 quando venceu Obama, será um "voto deprimido", será "um eleitor que não arregimentará outras cinco pessoas para a candidata democrata e nem fará campanha por ela", afirma Moore. E ainda avalia que os jovens que não votam em Trump votarão num candidato independente ou ficarão em casa.

5. O voto antissemita
"Não subestimemos a habilidade do eleitorado para ser malvado", adverte o escritor. "Milhões irão votar em Trump não porque estão de acordo com ele, não porque apoiam sua intolerância ou seu ego, mas simplesmente porque podem". A formação judaica do país pesará em favor do discurso contra o terror. E conclui: "Muita gente vai adorar estar na posição de marionete e votar em Trump só para ver como deverão ser as coisas". Ou seja, para Michael Moore, o grosso do eleitorado vai votar como um jurado do reality show em que se transformou a campanha protagonizada por Donald Trump.

 

           



25/07/2016
Vexame olimpico

O mundo nem precisava das trapalhadas no Rio de Janeiro para formar a velha imagem que já tem do Brasil como uma república de bananas. O vexame na Vila Olímpica, com seus problemas básicos, e os roubos de objetos das delegações que chegam, estão confirmando o que os gringos pensam de nós.

Depois que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), comentou que estava quase "quase botando um canguru na frente do prédio" da delegação da Austrália, "para ficar pulando e eles se sentirem em casa", um assessor de imprensa australiano respondeu: "Não queremos canguru, queremos encanadores".

A delegação australiana se recusou a ficar na Vila Olímpica até que os inúmeros problemas do local sejam solucionados. O condomínio foi inaugurado neste domingo (24) e, até o início da noite, já tinha recebido atletas de 26 países.

"Não precisamos de cangurus, precisamos de encanadores para dar conta dos vários lagos que encontramos nos apartamentos", disse o diretor de comunicação do comitê olímpico australiano, Mike Tancred, ao jornal Folha de S. Paulo.

A equipe da Austrália deve ficar em um hotel nos arredores, mas não divulgou o local por questões de segurança. Em entrevista à imprensa durante a tarde, a chefe de missão da Austrália, Kitty Chiller, ressaltou que já participou de outros cinco Jogos Olímpicos e que nunca viu situação parecida como a presenciada no Rio de Janeiro.

"Eu não havia presenciado esse estado, ou melhor, essa falta de estado, em um período como esse", frisou Kitty Chiller. "Neste momento, eu não estou preparada para deixá-los entrar neste ambiente. Há agora uma equipe de encanadores em cada andar, em cada apartamento, para arrumar vazamentos", disse.

Depois de uma Copa do Mundo sem legado fora de campo e vexaminosa dentro, os problemas na Rio 16 estão apenas começando.

 

           



22/07/2016
Alien na sequência de Prometheus

Com a finalização das filmagens de "Alien: Covenant", a saga do diretor Ridley Scott terá continuidade a partir de 2017 e dará aos fãs uma resposta para o final do filme Prometheus, que deixou curiosidade no ar desde quando foi lançado em 2012.

A atriz Katherine Waterston, protagoniza a aventura no papel do novo personagem Daniels, nos remete de imediato a tenente Ellen Ripley da saga original e que foi interpretada por Sigourney Weaver. Além da semelhança física, os trajes de Daniels também lembram Ripley.

O novo filme de Scott se contextualiza com Prometheus numa trama que ocorre dez anos depois. A nave Covenant chega ao planeta Rumbo, situado em área remota do cosmo e cujas características lembram um paraíso inexplorado.

Fazem parte do elenco Michael Fassbender (que atuou em Macbeth), Danny McBride (de Rock em Cabul), Billy Crudup (de Watchmen), Jussie Smollett (da série Empire), Demian Bichir (Os Oito Odiados) e Noomi Rapace, que participou de Prometheus como a arqueóloga Elizabeth Shaw.

           



Veja o video:

22/07/2016
Vem aí Punho de Ferro

A Marvel e a Netflix juntaram as mãos para divulgar durante a San Diego Comic-Con - maior evento de cultura pop do mundo - o primeiro cartaz e alguns teasers do novo projeto televisivo e cinematográfico, o seriado do personagem Punho de Ferro.

As novas gerações não viram, mas o herói criado em 1974 já teve revistinha própria no Brasil a partir de 1977 quando a editora Bloch lançou "Punhos de Aço", título que provavelmente quis explorar a popularidade do Superman (Homem de Aço).

Um tempo depois, o personagem ganhou versão com tradução ao pé (ou à mão) da letra e no singular, Punho de Aço, na editora RGE (a saudosa Rio Gráfica). E depois a editora Abril pegou os direitos e publicou Punho de Ferro, como se diz hoje.

Punho de Ferro surgiu num período em que as artes marciais ganharam notoriedade no mundo a partir do sucesso dos filmes de Bruce Lee e do seriado televisivo Kung Fu, com David Carradine. As décadas de 1960 e 1970 foram férteis na propagação dos golpes orientais.

Até um herói brasileiro foi criado, o Judoka, com direito a uma revista na famosa editora Ebal. Também nos EUA, a DC Comic já havia inserido na Legião dos Super-Heróis, em 1966 (mesmo ano em que Bruce Lee estrelava na série O Besouro Verde), o personagem Karatê Kid (aqui era Rapaz Karatê) que depois foi adotado nos filmes com o então jovem ator Ralph Macchio.

O seriado Punho de Ferro na Netflix mostrará Danny Rand (alter ego do herói) retornando a Nova York após dez anos vivendo no reino místico de K'un-Lun. Na divulgação, aparece o ator Finn Jones no papel do mestre em kung fu tendo em destaque a tatuagem do dragão, símbolo do Punho de Ferro.

           



22/07/2016
Temer e Maia, os engavetadores

A turma do PT e os intelectuais das mamatas estatais estão felizes com a iniciativa do presidente Michel Temer em solicitar ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), que não coloque em pauta nenhuma CPI antes das eleições para prefeito e vereador, inclusive as que devem investigar a UNE e a Lei Rouanet.

           



22/07/2016
À margem do Rio

Acompanhar competição de atletismo olímpico sem a delegação da Rússia
é como assistir festival de cinema sem filme de Hollywood.

           



22/07/2016
Tribuna vazia

A gravação do terceiro programa de debates com pré-candidatos a prefeito de Natal, realizada ontem na TV União, atrasou um bocado com a desistência do deputado Jacó Jácome (PSD). Quando a produção percebeu que ele não iria aparecer, tratou de convidar às pressas um outro candidato. O programa vai ao ar no domingo. Quem estava lá garante que terá um bom bate-boca entre Kelps Lima (SDD) e Luís Gomes (PEN).

           



21/07/2016
Caça ao Pokémon Go em Natal

Com o aumento da expectativa do jogo Pokémon Go ser liberado no Brasil ainda nesta semana, jovens natalenses estão se mobilizando pelo Facebook e outras redes para um dia inteiro de caça aos monstrinhos da Nintendo (são 151 bichos) no espaço do Parque das Dunas no próximo dia 30.

Na manhã de hoje, a página criada no Facebook já contava com mais de 2,4 mil interessados no encontro, sendo que mais de 1,4 mil já confirmaram presença no velho Bosque dos Namorados. É a febre mundial botando grau na galera local.

           



21/07/2016
Rock com baião de dois

A cantora Khrystal e o músico Sami Tarik se apresentam hoje à noite, a partir das 21 horas, no bar El Rock Natal, na segunda edição do projeto Baião de Dois.

O bar fica na Rua Raimundo Chaves, 1892, Candelária, perto da sede da televisão Band Natal. Estará aberto a partir das 19h.

           



20/07/2016
Dia do amigo

NO PRINCÍPIO ERA O VERBO
DEPOIS NO VÁCUO UM ESTAMPIDO
E O UNIVERSO CRIOU O AMIGO. 
                                                    (am)

           



Veja o video:

18/07/2016
Cuidado com o Rio

Vídeo criado e veiculado pela agência McCann Melbourne, da Austrália, a partir de uma paródia musical. Um chute na cara do Brasil e do Rio de Janeiro, incapazes de oferecer qualidade de vida aos cidadãos brasileiros e ainda colocando em risco a segurança de milhares de turistas e atletas nos Jogos Olímpicos.

           



18/07/2016
Província superfaturada

A jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, publica hoje em sua coluna que a pedida dos marqueteiros para tocarem as campanhas de prefeito na capital paulistana despencou como nunca.

Se antes uma coordenação de comunicação custava R$ 1 milhão, agora vai custar apenas R$ 100 mil, ou até menos em alguns casos, como de pequenos partidos. 

A notícia remete às negociações que estão ocorrendo em Natal entre candidatos e marqueteiros. Parece que somos maiores que São Paulo, se compararmos as pedidas por aqui, girando em torno de R$ 1 milhão ou mais.

Mas, quem é Sampa comparada com a fazenda iluminada, né?

           



Veja o video:

17/07/2016
Gianna, a sobrevivente

Gianna Jessen tem 29 anos e não deveria estar viva.
Durante o sétimo mês da gravidez de sua mãe, ela sofreu um atentado que tinha como único objetivo impedi-la de nascer.
A mãe usou envenamento salino, com a criminosa orientação médica, para que o corpo do bebê queimasse por fora e por dentro, fazendo assim com que viesse ao mundo já morto.
Mas o feto suportou a violência, a covardia, e sobreviveu.
E aos 29 anos, sofrendo de algumas sequelas, como uma parilisia cerebral, Gianna se tornou uma ativista contra o aborto e faz palestra por todos os lugares contando seu caso e alertando mulheres e homens para resistirem a um crime tão covarde e bárbaro.

Não deixe de ver o vídeo.

           



Veja o video:

16/07/2016
Ainda o fenômeno Pokémon Go

O mundo continua abobalhado caçando monstros virtuais enquanto os monstros reais tiram o sossego da Civilização.

No vídeo, gravado no Central Park, em Nova York, alguém deu o alarme que um pokémon raro, chamado "Vaporeon", fora visto em alguma parte do mais famoso local de entretenimento do mundo.

Vejam a correria para pegar o bichinho.

           



16/07/2016
Pampulha entre os 27 candidatos a patrimônio da Unesco

"Uma vez ao ano, vá a algum lugar onde você nunca esteve antes", disse o Dalai Lama, na intenção de mostrar o quão imensa é a geografia do planeta e como é curta a vida que nos impede de conhecer a infinidade de lugares encantadores que se multiplicam, tantos os criados pela natureza quanto os criados pelo homem.

E se é impossível a nós visitar tantos locais mágicos, a Unesco decidiu facilitar a aventura com a eleição dos 27 lugares que estarão na lista de Patrimônios da Humanidade, que a entidade elabora desde 1972 e que já tem 1031 propostas.

O objetivo da Unesco é preservar estes lugares, que podem ser tanto culturais, naturais ou mistos e de interesse internacional. Uma reunião do Comitê do Patrimônio Mundial estava marcada para a próxima semana em Istambul, na Turquia, mas deverá ser adiada por causa dos conflitos politico-militares.

Mas a pauta permanece resguardada para uma próxima oportunidade, onde há 27 novas propostas para ampliar o catálogo de bens a promover e proteger, já que alguns deles estão ameaçados.

No momento, se relacionou alguns sitios que a instituição considera amenaçados e que passarão a engrossar a lista do Patrimônio Mundial em perigo. De concreto, os especialistas pediram ajuda para preservar as Cidades Antigas de Djenné de Malí, o centro histórico de Shakhrisyabz, no Uzbekistão, e os cinco sitios libios que já fazem parte do patrimônio: Cirene, Leptis Magna, Sabratha, Tadrart Acacus, e a cidade velha de Ghadames.

Na nova lista de 27 locais históricos, há apenas um situado no Brasil, o conjunto arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, onde está o Museu de Arte (MAP). A obra é o primeiro projeto de grande porte de Oscar Niemeyer, erguido no local onde na década de 1940 foi inaugurado um cassino durante a prefeitura de Juscelino Kubitschek. 

Niemeyer, então com pouco mais de 40 anos, se inspirou nos conceitos funcionalistas do arquiteto e urbanista franco-suíço Le Corbusier. Para conceber os jardins que circundam a obra, ele chamou o paisagista Burle Marx e inseriu no contexto paisagístico estátuas dos escultores Ceschiatti, Zamoiski e José Pedrosa.

           



16/07/2016
Selfie histórica

Pioneiros em tudo relativo à música e ao comportamento dos anos 1960, os Beatles podem ter inventado sem querer o Paul de Selfie.

           



16/07/2016
Cancelado encontro de craques na Turquia

A tentativa de tomada do poder na Turquia pegou de surpresas autoridades estrangeiras e celebridades, entre elas alguns jogadores e ex-craques do maior time do mundo, o Barcelona.

Na Catalunha, a direção do clube emitiu nota informando que os atletas Ardan Turan, Puyol, Eric Abidal e Deco não conseguira deixar a Turquia e ainda estão, mas bem protegidos dos conflitos que ocorrem desde ontem.

Melhor sorte tiveram os ídolos Messi e Iniesta, que estavam com as bagagens prontas para embarcar para a cidade de Antalya, mas logo desistiram quando as notícias dos confrontos nas ruas chegaram à Espanha.

O motivo da presença de tantos craques na Turquia era um jogo beneficente organizado pela Fundação Eto'o, o artilheiro camaronês que fez história no Barça. A partida seria no próximo domingo.

Outros convidados de peso também eram esperado na Turquia, tais como Maradona, Mourinho, Xavi, Fabio Capello, Drogba, Demba Ba, Geremi, Hazard, Kanu, Lass Diarra, Kolo Touré, Okosha, Saha, Desaily e Essien.

A partida amistosa foi batizada de Eto'o Charity Match" e seria disputada no estádio Antalya Arena.

           



16/07/2016
Mapa em 3D com 1 milhão de galáxias

Cientistas do Instituto Max Planck de Astrofísica e Física Extraterrestre acabam de elaborar o maior mapa tridimensional do universo, constando 1,2 milhão de galáxias numa área de 650 milhões de anos-luz cúbicos.

O trabalho teve a participação de uma centena de pesquisadores, integrados na equipe Sloan Digital Sky Survey III (SDSS-III) e com a presença também de membros do instituto, que tem sede em Parching, no Sul da Alemanha.

O objetivo do mapa é facilitar a pesquisa sobre a chamada "energia escura" e nesse sentido foram investidos dez anos de trabalhos, que visa entender a estrutura do universo, disse Jeremy Tinker, da Universidade de Nova York, um dos envolvidos.

O mapa resulta de uma panorâmica das permanentes oscilações entre a ainda desconhecida matéria escura e a enigmática energia escura. Com ele é possível aos astrônomos medir o raio de expansão do universo e a distribuição dimensional das galáxias.

           



15/07/2016
Fanáticos dos deuses

O terrorismo e a violência não devem nem podem ser atos de pessoas em surtos insanos motivadas pela perda da fé religiosa, como professam muitos nas redes sociais e nos cultos das diversas crenças.

Até agora, não vi nenhum ateu decapitando e explodindo gente por aí.

           



Veja o video:

15/07/2016
Amor é estúpido, mas é bom

Robbie Williams e Nicole Kidman interpretam o clássico Something Stupid, sucesso no dueto improvável de Nancy Sinatra com seu pai Frank.

           



15/07/2016
Identificado o terrorista de Nice

A foto foi publicada às 8h (hora de Brasília), enquanto a imprensa brasileira informava que nada se sabia sobre o autor do atentado que matou 84 pessoas em Nice, área glamurosa da Riviera Francesa.

Minutos antes da foto, a BBC e Londres e os diários Le Parisien e The Guardian falavam de Mohamed Lahouaiej Bouhlel, o franco-tunisiano de 31 anos que guiou o caminhão sobre as pessoas que festejavam o 14 de julho francês.

Agentes de segurança já fizeram buscas na residência do terrorista e procuram seus familiares para realizarem interrogatórios. O presidente da França, François Hollande, chegou em Nice nas primeiras horas da manhã de hoje (hora BSB) e comanda as ações que apuram o caso.

           



15/07/2016
Operações do MP em Parnamirim

As investigações na cidade vizinha já penetraram nos escaninhos publicitários ou só chegaram na superficie do problema?

           



15/07/2016
O jornalismo frankenstein

O provincianismo é a infância rebelde do jornalismo.
O sensacionalismo é a adolescência angustiada.
A cópia e a transcrição são a velhice precoce.

           



15/07/2016
O velho guri

"Chega estampado, manchete, retrato
com foto nos blogs em legendas nacionais
eu não entendo essa gente, seu moço
fazendo alvoroço demais

Eu consolo ele, ele me consola
boto ele no colo pra gente conversar
de repente acordo, olho pro lado
e o danado já foi renunciar."

(Chiquinha Buarque)

           



13/07/2016
Nova mudança na Veja

A coleguinha Vera Magalhães, que assumiu a coluna Radar na revista Veja quando da transferência de Lauro Jardim para O Globo, acaba de deixar o posto e foi substituída por Maurício Lima. Antes da Abril, Vera assinava a coluna Painel, da Folha de S. Paulo.

           



12/07/2016
Michael Jackson teria abusado de Macaulay Culkin

Na véspera do Dia Mundial do Rock, surge rumores na mídia americana de um novo escândalo envolvendo a figura do rei do pop Michael Jackson, tantas vezes acusado de preferências sexuais por crianças após acharem material pedófilo em sua mansão.

Agora circula a notícia de que o ator Macaulay Culkin, protagonista do clássico "Esqueceram de Mim", teria confessado um abuso sexual sofrido por Michael Jackson ao tempo dos dois filmes que o fizeram famoso, quando tinha somente 10 anos.  

"Michael e eu fomos grandes amigos, ele me amava e eu também cheguei a amá-lo, ele me contava histórias e foi uma espécie de guia para mim. Eu era muito jovem e ao mesmo tempo famoso; para mim uma vida normal não era uma opção e sua amizade me ajudou a lidar com meus problemas", disse o ator, hoje com 36 anos.

Uma minuciosa investigação iniciada em novembro de 2003 pela polícia de Santa Bárbara. na Califórnia, concluiu que na mansão Neverland do cantor havia fortes indícios dos desejos sexuais por menores. Um repórter policial chegou a publicar detalhes dos objetos, como fotos de meninos nus e filmes pornográficos com adolescentes e adultos.

           



Veja o video:

12/07/2016
Na busca por Pokémon, achou um defunto

O game com características de rede social Pokémon Go virou uma febre mundial e levou os internautas do planeta a passarem mais tempo no jogo da Nintendo do que em redes como Twitter, WhatsApp, Tinder e Instagram.

De Tóquio a Natal, de Sidney a Mar Del Plata, milhões de usuários de celulares apontaram o aparelho para o infinito, ou para o nada, na procura dos pokémons, que surgem às pencas nos mais inusitados locais, desde um canto de parede a um prato de sopa.

O fenômeno já fez a Nintendo subir quase US$ 8 bilhões em seu valor de mercado. Os acessos no mundo inteiro foram tantos que em vários países o jogo teve que ser bloqueado por não suportar o volume de participantens.

Nos primeiros dias, na praça de alimentação de um shopping de Natal, alguém gritou que havia achado um Pokémon numa mesa e provocou uma ação coletiva com dezenas de jovens e adultos apontando seus smartphones para os espaços do lugar.

Em algumas cidades americanas e europeias, golpistas aproveitaram o sucesso do jogo para distrair jogadores e roubar-lhes os aparelhos celulares. Ontem, a GloboNews dedicou longos minutos de discussão em sua programação sobre a febre do Pokémon Go.

Mas um dos casos mais estranhos ocorreu no estado de Wyoming, nos EUA, com uma garota de 19 anos chamada Shayla Wiggins. Após baixar o aplicativo do jogo, ela seguiu as indicações e viu que havia diversos pokémons num parque em que curtia suas férias escolares com a família.

Quando apontou seu telefone para um lago, no intuito de apanhar um pokémon aquático (eles são 151 bichinhos de várias características), Shayla acabou se deparando com um cadáver de um homem que boiava. Assustada, ela chamou seus pais e a polícia do lugar.

Em fase de testes, mas já um sucesso absurdo, o Pokémon Go consiste em convidar os "treinadores" a passear pelas ruas para encontrarem e apanharem todos os monstrinhos. Também podem ser formados grupos para uma disputa de domínio dos chamados "ginásios".

O game utiliza a geolocalização, onde cada jogador vê no mapa as perspectivas de presença de pokémons nas proximidades. Mas essas informações, entretanto, também estão sendo usadas por ladrões. Segundo o jornal inglês The Guardian, os bandidos planejam o roubo de "treinadores" descuidados que circulam em lugares de pouco movimento.

           



12/07/2016
Cursos para jovens na Escola da Assembleia

Ela gosta de ler sobre atualidades, ir ao cinema, sair com as amigas e suas disciplinas preferidas são biologia, português e inglês. Já ele gosta de praticar judô e musculação, de automobilismo, ler livros de empreendedorismo, estudar biologia, química e português, mas diferente da maioria dos jovens de sua idade, não gosta de futebol. O que eles têm em comum? Ambos têm 16 anos e são os alunos mais jovens a realizarem cursos na Escola da Assembleia.

O nome dela é Lissa Araújo, aluna do 2º ano do ensino médio do Instituto Sagrada Família, moradora do bairro de Cidade Satélite. Soube da existência da Escola da Assembleia através do seu avô materno, que após se matricular num dos cursos falou à neta sobre a instituição. "Meu avô veio à Escola e ao voltar para casa, me falou com entusiasmo dela. Fiquei curiosa para conhecer. Vim, achei muito legal e de cara me inscrevi no curso de redação", revela a adolescente.

Matriculou-se no curso de Português - Técnicas de Redação, com o objetivo de obter um melhor desempenho na escrita, pois este ano prestará o exame do ENEM para Medicina "Achei o curso muito legal e bastante proveitoso. Nele aprendi dicas e técnicas de redação, que jamais tinha visto na minha escola. Sem falar no excelente nível da professora que nos transmitiu o conteúdo com muita segurança.

Hoje me sinto mais preparada para o ENEM", declara Lissa. Questionada se pretende realizar novos cursos na Escola da Assembleia, a estudante foi enfática na sua resposta. "Sem dúvida. Quero sim realizar novos cursos, inclusive repetir o curso de redação, caso seja oferecido novamente. Pretendo estar ainda melhor preparada".

Ele se chama Paulo Victor Henriques da Silva, mora em Nova Parnamirim, e cursa o 1º ano do ensino médio no Colégio Piaget. Na Escola da Assembleia realizou os cursos de Corel Draw/Photoshop, por se interessar em "inventar e mexer com imagens". Durante todo o curso teve a companhia do padrasto Carlos Átila. Assim como Lissa, demonstrou satisfação não apenas com o conteúdo do curso, mas também, com o nível do professor.

"O conteúdo adquirido foi muito bom. Muita coisa que eu ainda não sabia, tive acesso nas aulas. Outra coisa que me impressionou foi o nível do professor, além da atenção e da preocupação que teve com os alunos. Ele se dirigia a cada um de nós para saber das dificuldades e não só buscou solucionar nossas dúvidas, como as resolveu realmente", ressaltou Paulo Victor.

Também como Lissa, Paulo irá prestar o exame do ENEM, só que para o curso de Administração de Empresas. Outro ponto em comum entre os jovens é o de que pretendem retornar à Escola da Assembleia para a realização de novos cursos.

Os exemplos de Lissa e Paulo Victor podem ser seguidos por muitos outros jovens. A Escola da Assembleia está com inscrições abertas para 100 novos cursos neste segundo semestre. Confira a programação no site www.al.rn.gov.br/portal/escola ou ligue 3232.1001.

           



12/07/2016
Livres vs PT, o UFC eleitoral

Foi só uma amostra grátis do que será a campanha para prefeito de Natal no confronto dos candidatos do PT, Fernando Mineiro, e do Livres, Karol Diniz, legendas antagônicas que hospedam radicais de esquerda e de extrema direita.

No primeiro debate entre pré-candidatos, organizado pela TV União, no sábado, os ânimos se alteraram verbalmente na participação dos dois oponentes. Diniz chamou Mineiro de representante da maior organização criminosa do País e foi replicado como um doente que precisa de médico.

O candidato do Livres disse que é preciso livrar o Brasil do "lixo" e da "mundiça" do PT. Mineiro acusou a face fascista do adversário e falou que a intolerância é uma doença que precisa ser tratada. O vídeo do embate se espalhou pelas redes sociais.

           



11/07/2016
Brasil deve despencar no ranking FIFA

A FIFA deverá divulgar uma nova atualização do seu ranking de seleções na próxima quinta-feira, quando concluir a tabulação dos últimos resultados nas duas principais competições do gênero, a Copa América e a Eurocopa.

Muito provavelmente, as seleções que estarão na cabeça do ranking serão as finalistas dos dois torneios e outras que adicionaram novos bons resultados ao desempenho que vinham conseguindo anteriormente.

Portugal, Chile, França e Argentina ficarão bem na fita. No momento os argentinos são líderes do ranking, graças às duas finais conseguidas na Copa do Mundo 2014 e na Copa América 2015. (ganhará mais pontos pela final da Copa América 2016).

Juntas ao quarteto deverão estar as seleções da Alemanha, Itália, Colômbia, Espanha, Bélgica, Inglaterra e até País de Gales. Os especialistas nos critérios de pontuação da FIFA já estão prevendo que o Brasil poderá ficar fora do top 15.

Se ficar fora da lista das 15 melhores, a seleção canarinho cai numa posição próxima do seu pior desempenho, em 2013, quando despencou para 18º lugar. O novo técnico Tite ficaria então com a missão de recomeçar do fundo do poço, onde Parreira, Felipão e Dunga a enfiaram.

PS - O novo ranking FIFA será divulgado no dia 14 de julho, data em que a França comemora sua maior data, da tomada da Bastilha. Os dirigentes, jogadores e torcedores esperavam comemorar também a liderança na lista das melhores do mundo.

           



11/07/2016
Os campeões improváveis

Lisboa se transformou numa maré de gente, num tsunami de emoções. A capital portuguesa nunca viu tantas pessoas nas ruas desde novembro de 1755, quando o terremoto arrasou tudo. Ontem, porém, era o mundo todo surpreendido, menos Portugal.

Longe de Lisboa, mais gente festejou em Londres o título português da Eurocopa. Eram os azarões das apostas que acreditaram no improvável e cravaram a "seleção das quinas" nas famosas casas de prognósticos esportivos da capital britânica.

Quando o torneio iniciou as quartas de final, ninguém em estado normal de atenção - imune ao emocional de torcedor - arriscaria apontar Portugal, País de Gales ou Islândia com chances de chegarem, ao menos, na partida decisiva. Havia os grandes no meio.

As apostas se dividiram entre a campeã mundial Alemanha, a sempre terrível Itália e a anfitriã França com sua jovem geração comandada pelo craque Griezmann. Os lusos e os galeses tinham apenas o brilho individual de seus mitos: Ronaldo e Gareth Bale.

Quiseram os deuses do futebol que ambos travassem duelo na semifinal, e aí se impôs a estrela do maior deles, o herdeiro legítimo do trono do rei Eusébio. E lá foi Ronaldo em busca da glória que faltava a Portugal, o título continental que escapou em 2004.

O time passou pela primeira fase sem ganhar um jogo no tempo regular. Lembrou a Itália de 1982 que ao empatar três jogos adentrou as fases seguintes vencendo e derrubando a superseleção favorita do Brasil. Aí Ronaldo se agigantou sobre Gales.

Quando passou pela Alemanha, num jogo insosso que iludiu seus torcedores com dois gols, a França confirmou as suspeitas de um favoritismo que desde o começo existiu nas casas de apostas e nas análises da mídia esportiva. Era a marcha da Marselhesa.

A grande final não foi um jogo digno de uma apoteose, como em históricas decisões das copas (vide o Brasil de 70, a Alemanha de 74, a Argentina de 86 e a França de 98). Quando Ronaldo deixou o campo, os franceses dominavam o jogo na posse da bola.

Impossível não fazer comparações naquela imagem do craque português sentado, chorando e acariciando sua dor. A imprensa e as redes sociais resgataram o drama de outro Ronaldo, o brasileiro, impotente no mesmo Stade de France, em julho de 1998.

Havia, no entanto, uma diferença. Se o brasileiro se ausentou do jogo em corpo e alma, o português era ele próprio a alma da sua seleção; e assumiu o comando emocional dos seus companheiros, ditando do banco os caminhos para uma vitória quase impossível.

Mas, como o impossível só existe até que apareça alguém para duvidar e provar o contrário, como pregava o cientista Albert Einstein, a seleção de Portugal avançou sobre a sombra do favoritismo francês e com um gol solitário iluminou a história do país.

Contra toda a improbalididade, a equipe driblou a lógica e conquistou pela primeira vez uma taça de campeão continental. No Panteão dos Heróis, o espírito de Eusébio se levantou e paira desde ontem, glorificado em Ronaldo, sobre uma Lisboa em festa.

           



11/07/2016
Sísifo e o chilique dos poderosos

"A pior ditadura é a do Poder Judiciário. Contra ela, não há a quem recorrer", disse Rui Barbosa. A sentença do jurista soteropolitano cabe como uma luva no sentimento de um ateu como eu, quando imagino uma Alta Corte de Justiça prenhe de pecados.

Diferente é quem professa uma fé religiosa e pode rogar a um deus onipotente quando falha a justiça dos homens. Já ao ateu, não. Quando lhe falta a justiça, cai sobre ele a tragédia de Dante, e só tem que abandonar toda a esperança no barco de Caronte.

Fui menino e adolescente durante o regime militar, vi e participei das campanhas pela volta do voto livre, acompanhei cada passo do processo de redemocratização e da devolução do poder republicano aos civis e aos partidos políticos de distintas cores.

Desde então, não me lembro de algum mandatário manifestar-se jurídica ou policialmente contra a prática da opinião e do pensamento. Minha geração fritou Fernando Collor nos muros e camisetas, massacrou José Sarney em textos e charges.

Nem o alagoano nem o maranhense moveram um só advogado na abertura de processo, cível ou criminal, visando censurar uma crítica, por mais dura que esta fosse. FHC e Lula experimentaram conjuntura semelhante e absorveram tudo democraticamente.

Desde a campanha eleitoral que elegeu Dilma Rousseff, as ruas do Brasil foram invadidas por bonecos gigantes (e também portáteis) representando a petista e seu padrinho político Lula. Outros petistas menores também são alvos da picardia urbana.

Apesar da ira canina da militância vermelha, ninguém foi levado às barras dos tribunais por despejar de forma irônica no passeio público seu sentimento de oposição ao PT. Mesmo na mídia, jornalistas nada sofreram por seus artigos supostamente violentos.

Mas, bastou uma piadinha aqui, um bonequinho acolá, e um assessor do presidente do STF Ricardo Lewandowski, subiu nas tamancas da deusa Themis e, confundindo a venda dos seus olhos com cegueira, apelou à Polícia Federal para punir os críticos.

A reação de duas vias pede para investigar também os que andam por aí, nas passeatas, falando mal do colega Rodrigo Janot, o procurador-geral da República, alvo de outro pixuleco. Os bonecos foram batizados com os nomes de "Petrolowski" e "Enganô".

Nem os generais fartos de poder absoluto chegaram a tanto com o humor cortante da turma do Pasquim nos anos 1970. No máximo, enviavam um censor - geralmente um burocrata - para conversar com Tarso, Jaguar, Sergio Cabral, Millôr, Ziraldo...

No Brasil de hoje, onde o humor não anda lá muito inteligente (diga-se), alguns chiliquentos do Judiciário e do Ministério Público, vez em quando, misturam a vaidade e o espírito autoritário num mesmo armário e quando saem de lá é uma frescura só.

"A liberdade absoluta mete a justiça a ridículo. A justiça absoluta nega a liberdade", afirmou o escritor e filósofo franco-argelino Albert Camus em seu ensaio "O Mito de Sísifo". A pedra de Lewandowski e de Janot ainda precisa subir e descer muitas vezes.

           



08/07/2016
Esse é um país de farol baixo

           



08/07/2016
Lula volta ao ataque

O PT voltou a ter esperanças no retorno de Dilma Rousseff ao Planalto. Os últimos acontecimentos político-policiais atingindo figuras próximas a Michel Temer, como Eduardo Cunha e Henrique Eduardo Alves, reanimaram as lideranças petistas.

Tanto que Lula voltou a atacar e está de volta à Brasília, encastelado no Hotel Golden Tulip onde armou casamata para buscar votos em favor de Dilma na reta de chegada do julgamento do impeachment no plenário do Senado.

Nos primeiros contatos com senadores da base dilmista e com indecisos da oposição, Lula usou todo o poder verbal e o feitiço peculiar para dizer que a vida vai melhorar para todos quando Dilma sentar de novo na cadeira de comando.

Na próxima semana, faz um périplo pelo Nordeste, visitando a Bahia, o Ceará e Pernambuco. Nada de RN na agenda, pois aqui só tem o voto de Fátima Bezerra e a oposição bem definida dos outros dois senadores, José Agripino (DEM) e Garibaldi Filho (PMDB).

           



04/07/2016
Leiloando o marketing

Às favas com os escrúpulos. A antiga frase de Jarbas Passarinho na imposição do Ato Institucional nº 5 pelo general Médici nunca sai de moda, principalmente no ambiente dos negócios e da política, geralmente misturados em ano eleitoral como este 2016.

Há poucos dias, um parente de um candidato encontrou a forma mais fácil de convencer um marqueteiro a baixar o preço pedido para tocar a campanha que está quase começando. Pediu outras propostas a dois outros marqueteiros, e quando viu que ambas eram menores que a do primeiro foi a ele que, de pronto, barateou.

Não precisa dizer que os outros dois, no papel de tapias do leilão, ficaram decepcionadamente irados com a técnica utilizada pelo parente do candidato.  

           



04/07/2016
Ameaçado de morte, Kajuru sumiu

Um dos apresentadores esportivos mais polêmicos do País, Jorge Kajuru está desaparecido desde sábado, segundo denunciou pelo Twitter um colega que trabalha como redator e produtor dele.

"Sou produtor e redator do Kajuru. Socorro, ele está desaparecido desde as 14h de sábado. Tudo muito estranho", escreveu o produtor na página oficial do microblog do jornalista. "Quem tiver informações dele, por favor, ligue no (62) 98146-3203", concluiu.

De acordo com o apresentador Cesar Filho, da TV Record, Kajuru estava sendo ameaçado. "Atenção! Jorge Kajuru está desaparecido. Ele me confidenciou, há algum tempo, que vinha sofrendo ameaças... Qualquer informação, ligue para a polícia!", escreveu Cesar.

Afeito a celeumas na TV e no rádio e com temperamento explosivo, Kajuru ficou famoso por atacar figuras célebres do esporte e da política. Chegou a ser agredido ao vivo por um lutador durante uma entrevista.

Seu comportamento já rendeu mais de 130 processos judiciais e algumas demissões nas muitas emissoras de TV e rádio onde já trabalhou. Segundo Cesar Filho, Kajuru foi visto pela última vez em Goiânia, cidade onde tem fortes desafetos.

Em 2002, ele declarou ter sido obrigado a se retirar do estado de Goiás pelo governador Marconi Perillo, após publicar o livro "Dossiê K", em que revelava os esquemas de corrupção do político. Foi condenado a pagar R$ 30 mil e a cumprir pena de um ano e seis meses de prisão em regime aberto.

Em algumas entrevistas, Kajuru já disse que foi jurado de morte por um político de Goiás em 1999. Chama atenção o fato de, apesar de ter desaparecido às 14h de sábado, Kajuru ter postado uma mensagem em sua conta no Twitter por volta das 23h do mesmo dia, elogiando o trabalho de Vladimir Netto, repórter que lançou um livro sobre a Operação Lava Jato.

As mensagens seriam escritas pelo assessor porque ele, por conta de problemas médicos, tem dificuldade de visão. Foi esse assessor quem teria denunciado o sumiço na página do Twitter.

 

           



04/07/2016
Jornal diz que Kajuru está morto

O portal do jornal O Extra, de Goiânia, publicou ontem à noite que um corpo encontrado no município de Goianésia seria do jornalista Jorge Kajuru, desaparecido desde a tarde do sábado, segundo um seu colega de trabalho.

O Extra não noticiou mais nada e nenhum veículo até agora confirmou a versão de que o cadáver encontrado é mesmo do apresentador esportivo.

           



1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21