BLOG DO ALEX MEDEIROS

31/08/2016
A ignorância iguala as diferenças

Num dia histórico como hoje, em que uma chefe de Estado será afastada em definitivo do poder (e da política por 8 anos) por ferir a Constituição, após ser conivente com aliados do seu partido que há mais de uma década solapa o serviço público, é urgente lubrificar as engrenagens da consciência e se colocar à margem das dicotomias que dividem a Nação.

A partir da amanhã, vamos refutar o clima de Fla x Flu na vida política nacional, na convivênvia social, manter o olhar crítico sobre PT e PSDB, PMDB e PCdoB, coxinhas e mortadelas, patrões e empregados, pobres e ricos, religiosos e agnósticos. O Brasil gigante não está representado por Bolsonaros e Lindbergs, somos maiores e mais lúcidos que eles.

É na intolerância e na cegueira ideológica, que os extremistas se assemelham. São iguais Zé de Abreu e Danilo Gentili, têm miolos parecidos Luana Piovani e Cynara Menezes, são siameses de verborragia Paulo Henrique Amorim e Diogo Mainardi. Quando colocam interesses de partido e uma posição geopolítica como ideia fixa, e se agridem mutuamente, comunistas e individualistas se tornam irmãos de uma mesma placenta de ignorância.

E eu sou, desde já, contra a ideologia de gêmeos.





31/08/2016
A faixa é fachada

Está mais fácil encontrar nos parques de Natal os mais raros tipos de pókemon do que encontrar um ciclista nos arremedos de ciclovia que a Prefeitura espalhou pelas ruas da cidade, algumas com um claro sinal de exagero politiqueiro e marketing popularesco em tempos de eleição.

As faixas pintadas a bangu, sem qualquer estudo de engenharia de tráfego, são somente uma versão oportunista dos meio-fios que a ex-prefeita Wilma de Faria pintava de branco nos tempos em que tinha a fiel assessoria da freira Marilene Dantas. Eram quilômetros de outdoors minúsculos que alimentavam a popularidade da guerreira.





29/08/2016
Educação em pauta no Parlamento Jovem

A necessidade de melhorias nas escolas, no tocante aos reparos das quadras poliesportivas, reposição de professores, serviços de saúde, entre outras melhorias, deram o tom da sessão plenária do Parlamento Jovem, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (29).

O projeto está em sua 5ª edição e a deputada Márcia Maia (PSDB), idealizadora desta iniciativa na Assembleia Legislativa, também participou da sessão ordinária, destacando a importância dos jovens se engajarem na política para mudar os rumos de sua cidade e País.

"Quero deixar a minha palavra de estímulo e motivação para vocês, que são muito importantes para os nossos mandatos. Espero que este projeto possa chegar ao maior número possível de jovens.

Vamos continuar trabalhando em prol de políticas públicas para as mulheres, os jovens, os trabalhadores, os idosos, os portadores de deficiência. É necessário que estejamos sempre disponíveis a fiscalizar e termos mandatos propositivos", afirmou Márcia Maia.

Em seu pronunciamento, o jovem deputado Pedro Gabriel chamou a atenção para a precariedade de algumas escolas, principalmente quanto à falta de professores: "Esses jovens serão prejudicados no ano letivo e também no ENEM e sofrerão dificuldades para ingressar no mercado de trabalho", disse.

A parlamentar Luana Ribeiro fez uma sugestão para que as escolas sejam melhor equipadas com itens básicos de pronto-socorro. "Temos colegas portadores de deficiência, outros que necessitam de cuidados especiais, além dos próprios funcionários, que às vezes se acidentam e precisam de cuidados", afirmou Luana.

A necessidade de cursos profissionalizantes e técnicos a fim de qualificar os estudantes para melhor se posicionarem no mercado de trabalho foi o tema do pronunciamento da deputada Rayssa Alves de Oliveira. 

"É preciso incentivar os jovens a desejar melhores oportunidades e a se esquivarem das drogas e da criminalidade", afirmou. Atual presidente da Mesa Diretora, o jovem deputado João Ramalho fez sugestões para que o Governo do RN invista na escola de tempo integral e na educação de qualidade.





25/08/2016
Hoje tem poesia na Praça das Flores

O poeta Volonté, figura carimbada da cena cultural natalense desde os anos 1970, lançará logo mais, 18h, na Praça das Flores, em Petrópolis, o livro Furor Sobejo, reunindo poemas inéditos seus e de mais dois amigos, o francês Cura D'Ars (que já esteve com ele no livro Ganga Impura de 2014) e o colombiano Gabo Penaforte.

O livro sai pelo selo Cwningen Book e foi rodado na Off Set Gráfica, ambas as marcas responsáveis também pelo livro anterior. Assim como fez com Ganga Impura, um termo retirado de um poema de Olavo Bilac, Volonté batiza agora o novo livro com um termo de um soneto de Camões.

Por falar em Bilac, é exatamente o poeta parnasiano que de além túmulo prefacia a edição pela via espiritual da psicografia e das mãos da jornalista americana Emma Thomas, residente em Natal desde os anos 1980 quando aqui chegou com o marido que veio transferido para a Base Aérea de Parnamirim.

Furor Sobejo tem duas orelhas, escritas pelos góticos siameses Dr. Jekyll e Mr. Hyde, que fugiram do clássico literário do escocês Robert Louis Stevenson e vieram se hospedar no Sanatório da Imprensa no começo do milênio.

Mesmo antes do lançamento, o livro Furor Sobejo já se encontrava ontem entre os mais vendidos do País nas gôndolas das principais livrarias, como atesta a foto batida ontem na loja da Cultura em Brasília. Hoje cedo, a sessão do Senado atrasou porque alguns exemplares chegaram no plenário.

Furor Sobejo custa apenas R$ 20,00, mas ainda não disponível na Amazon ou Americanas. Hoje na Praça das Flores, serão apenas 300 exemplares à venda.





25/08/2016
Ezequiel nomeia Comissão de Segurança

Em ato do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), foram nomeados para compor a Comissão Especial de Segurança Pública na Casa Legislativa os deputados Hermano Morais (PMDB), Cristiane Dantas (PCdoB) e Tomba Faria (PSB), como membros titulares e Getúlio Rego (DEM), George Soares (PR) e Vivaldo Costa (PROS), como suplentes.

"A Comissão Especial tem como objetivo a elaboração de estudos e ações para o enfrentamento da crise no Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Estado, tendo a comissão o prazo de 30 dias para desempenhar as atribuições e conclusão dos trabalhos", explica o presidente da Assembleia que marcou para 1º de setembro, às 9h, a primeira reunião da comissão para eleição do presidente e vice-presidente da comissão.

Ezequiel Ferreira de Souza lembrou que a criação da Comissão Especial é fruto da união do trabalho dos 24 deputados estaduais que propuseram o reforço de caixa da Segurança Pública e do Sistema Carcerário via transferência de emendas impositivas.

"Os 24 deputados destinaram R$ 300 mil de emendas impositivas, totalizando R$ 7,2 milhões para investimentos emergenciais, ainda neste ano, para a Segurança Pública e Sistema Carcerário. E para o orçamento de 2017 o conjunto dos senhores deputados irão destinar R$ 5 milhões que se somarão aos R$ 20 milhões emprestados pelo Tribunal de Justiça ao governo para a construção de um novo presídio", destaca Ezequiel Ferreira, salientando que caberá a comissão promover o acompanhamento e a fiscalização da destinação destes recursos oriundos do esforços dos deputados.

Para o deputado Hermano Morais será uma honra compor a Comissão Especial que terá uma das atribuições de maior importância na Assembleia Legislativa que é fiscalizar o Poder Executivo.

"Vamos fiscalizar, sugerir ações e visitar as cadeia públicas, delegacias de polícia, o ITEP e as unidades do Corpo de Bombeiros que estão agindo nesta crise de Segurança Pública, mas que precisam de apoio e estímulo financeiro", acrescentou Hermano Morais, pontuando juntamente com o deputado Ezequiel Ferreira que a Comissão Especial irá atuar para contribuir com o Poder Executivo neste momento de Guerra contra o crime.





25/08/2016
Deputado quer identificação de menores em hotéis

O deputado estadual Ricardo Motta (PSB) apresentou ontem (24) projeto de lei com o objetivo de tornar obrigatória a identificação de crianças e adolescentes pelos hoteis, pousadas e similares em todo o Rio Grande do Norte. A intenção é coibir a prática de pedofilia e auxiliar as autoridades policiais em caso de investigações.

O Estatuto da Criança e do Adolescente define em seu artigo 18, a responsabilidade da sociedade para com os menores: "É dever de todos zelar pela dignidade da criança e do adolescente, pondo-os a salvo de qualquer de tratamento desumano, violento, aterrorizante, vexatório ou constrangedor".

"O projeto de lei tem o intuito de ampliar a rede de proteção às crianças e adolescentes, ao exigir a sua correta identificação quando hospedados em hotéis, pousadas, albergues e similares. Iniciativas semelhantes foram adotadas por legisladores dos estados do Paraná e Rio de Janeiro, os quais inspiraram o presente projeto de lei.

Ao propor o registro desses hóspedes menores de idade, cremos estar contribuindo para dificultar as agressões, além de facilitar a investigação policial em casos de crimes cometidos contra crianças e adolescentes no estado do Rio Grande do Norte", afirmou o deputado estadual Ricardo Motta.





23/08/2016
PSOL e PT lideram em Porto Alegre

O Grupo gaucho de mídia RBS divulgou no início da noite de ontem (22) uma pesquisa Ibope para a prefeitura de Porto Alegre.

O levantamento, que ouviu 602 pessoas entre os dias 18 e 21 de agosto, mostra Luciana Genro (PSOL) e Raul Pont (PT) em situação de empate técnico e na liderança da corrida.

A candidata do PSOL aparece com 23% e o candidato do PT com 18%. A diferença está dentro da margem de erro da pesquisa, que é de quatro pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa não realizou simulação de segundo turno.

Em terceiro lugar, aparece Nelson Marchezan, do PSDB, com 12% e, em quarto, Sebastião Melo, do PMDB, com 10%. Depois vêm Maurício Dziedricki (PTB), Júlio Flores (PSTU) e Carlos Rodrigues (PMN) com 3%, Marcello Chiodo, do PV, com 2%, e Fábio Ostermann (PSL), com 1%.

Na pesquisa, 15% dos eleitores declararam intenção de votar branco ou nulo e 10% não souberam ou não quiseram responder.
Na aferição espontânea, 60% dos entrevistados não indicaram um nome. Entre os que indicaram, Luciana Genro teve 7%, Raul Pont e Sebastião Melo 5% e Marchezan 3%. Outros 5% mencionaram outros candidatos e 15% responderam que votarão branco ou nulo.

Luciana Genro e Raul Pont também apresentam o maior índice de rejeição na pesquisa. Do total de entrevistas, 27% responderam que não votariam na candidata do PSOL e 26% que não votariam no candidato do PT. Depois, aparecem Marchezan com 12% e Sebastião Melo com 10%. Outros 5% mencionaram outros candidatos e 15% responderam que votarão branco ou nulo.





23/08/2016
Assembleia resgata 100 anos de história

Mais de 100 anos de história, que inclui a origem dos municípios potiguares, a história do Parlamento e dos próprios potiguares. O trabalho de resgate e preservação está sendo feito pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte através do levantamento e catalogação de um acervo que remonta ao século passado, exatamente ao ano 1901. O acervo textual, bibliográfico, audiovisual, sonoro, informático e cartográfico do parlamento, desde essa data até os dias atuais, está sendo levantado num trabalho realizado pela Gerência e Serviços Gerais de Arquivos, vinculada à Secretaria Administrativa da Casa.

A equipe de sete servidores fez um curso preparatório especialmente para cumprir esta missão, numa parceria da Assembleia Legislativa com a UFRN. Eles estão se debruçando sobre um volume de documentos que corresponde a 581 metros lineares de arquivos. São papeis e outras formas documentais que compõem partes de uma história que após a catalogação, será devidamente preservada e posteriormente disponível em arquivos digitalizados para consulta do Parlamento e da própria população. Além de documentos administrativos, o acervo inclui fitas cassete, fitas VHS, mapas, CDs, entre outros.

O trabalho vem sendo realizado minuciosamente, por ordem cronológica decrescente, a partir de 2016 em direção aos anos iniciais. Uma parte já está concluída. Até o ano 2010 os documentos já passaram pelo detalhado processo de limpeza para remoção de ácaros.

O primeiro passo está sendo a cuidadosa higienização e organização dos documentos, para que não sejam danificados. As regras seguem as normas do Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ), do Ministério da Justiça, vinculado ao Arquivo Nacional. "Participamos de um curso oferecido em parceria com a UFRN e a partir daí começamos a organizar o arquivo", afirma Voltaire Maia.

A história dos municípios do RN também consta do acervo documental. Após a conclusão deste trabalho, com a catalogação e digitalização concluídas, todos os dados estarão disponíveis para consulta não só do Parlamento, mas de todos os interessados.





22/08/2016
Os mitos dos Jogos do Rio

Terminadas as Olimpíadas, após 16 dias de competição reunindo os mais talentosos atletas do planeta no Rio de Janeiro e outras cidades, é preciso relembrar e remarcar o protagonismo de alguns gênios esportivos que maravilharam o mundo com suas performances de semideuses olímpicos.

Figuras como Michael Phelps, Usain Bolt, Simone Biles, Katie Ledecky, Katinka Hosszu, Mo Farah, Elaine Thompson e as equipes masculina e feminina de basquete dos EUA e de voleibol masculino do Brasil demonstraram um alto nível de competividade e talento para nunca ser esquecido quando falarmos do legado do Rio 2016.

Phelps: Os Jogos do Rio serviram para aumentar a lenda em torno daquele que é chamado de "Tubarão de Baltimore". O cara chegou como o melhor nadador de todos os tempos e maior atleta olímpico da História, e apesar dos 31 anos (idade muito superior à média dos campeões de natação) seguiu acumulando medalhas sem sequer tempo para o descanso. Cinco ouros e uma prata que completaram sua marca de 28 medalhas.

Bolt: Pela terceira vez disputando uma Olimpíada de forma consecutiva, o homem mais rápido que já correu pela Terra desde o deus grego Hermes conseguiu a façanha de ser tricampeão nos 100 metros, nos 200 e no 4x100. Com 30 anos completados no Brasil, o jamaicano se mostrou muito superior a todos os seus adversários. Sai do Rio com uma marca pessoal quase impossível de ser batida algum dia.

Biles: A garota americana surpreendeu o mundo da ginástica com uma atuação impecável no Rio, levando a imprensa e os especialistas a fazerem comparações com verdadeiras lendas da modalidade, como a romena Nadia Comaneci e soviética Larisa Latanynina. Conquistou quatro ouros e um bronze e fez história.

Thompson: A Jamaica que já foi sinônimo de reggae e maconha, e que passou a ser chamada de país da velocidade por causa de seus "the flashes" masculinos, o é também pela figura feminina de Elaine, ganhadora dos 100 e dos 200 metros e com uma prata no 4x100. Com apenas 24 anos, caminha para ser a rainha de uma nova era.

Ledecky: A natação mostrou ao Rio suas rainhas. Primeiro a americana que assombrou o mundo aos 15 anos quando ganhou ouro na prova dos 800 livres e agora sai do Brasil com as medalhas douradas nos 200, 400 e 800, e ainda abrilhantou a equipe no 4x200, deixando para trás, com folga, todas as rivais.

Hosszu: Quando o assunto é nado costas ou medley, a rainha é a húngara Katinka, vitoriosa (como sempre) nos 100m costas e nos 200 e 400 medley, levando ainda uma prata nos 200 costas. Após algumas atuações desencorajadoras nas últimas três Olimpíadas, Hosszu passou por treinamentos especiais e logo foi batizada de "dama de ferro" das piscinas, alcançando marcas espetaculares, como agora no Rio.

Mo Farah: Ele se chama Mohamed, nasceu na Somália e é atleta e mito de corrida de fundo defendendo as cores da Inglaterra. Desde 2006 vem acumulando conquistas e estabeleceu no Rio de Janeiro novas duas vitórias, nos 5.000 e 10.000 metros, como fez em Londres há quatro anos. Com isso, ele se igualou ao lendário atleta finlandês Lasse Virén, que obteve a mesma façanha em Munique 1972 e Montreal 1976. Mo Farah também fez história quando ganhou os 10.000m mesmo após sofrer uma queda durante a prova.

Basquete americano: Desde o fim da Guerra Fria, quando a União Soviética selecionava atletas profissionais e os EUA enviavam jogadores universitários aos Jogos Olímpicos, nunca mais as medalhas de ouro no basquete deixaram de ficar penduradas em pescoços americanos. No Rio, mais uma vez, o domínio foi superlativo tanto com as meninas quanto com os marmanjos. Todo time de basquete americano é dos sonhos.

Vôlei do Brasil: Não será o ouro inédito do futebol masculino que devolverá ao Brasil a hegemonia de tempos idos. A final contra os jovens jogadores alemães, a maioria reserva do time sub-21, não é suficiente para sanar a crise de bola verde e amarela. Somos, em verdade o país do vôlei, o esporte em que nos tornamos superiores e que encanta cada vez mais o povo. O novo ouro do time masculino repete uma hegemonia que vem desde o fim do século passado e deverá se estender mais pelo século 21 afora.





22/08/2016
Pressão sobre Meirelles

Os talheres palacianos não foram suficientes para que o presidente Michel Temer aplacasse a pendenga do PSDB com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, alvo de críticas e pressões tucanas.

O provável efeito nulo do jantar de pacificação oferecido à cúpula dos tucanos pode, segundo especialistas do mercado financeiro, prejudicar o tão esperado ajuste fiscal no Brasil, primordial para o retorno do crescimento econômico.

Mesmo mantendo a alta credibilidade no mercado, Meirelles corre o risco de se desgastar por causa das pressões do chamado fogo amigo e comprometer sua reconhecida capacidade de tocar o equilíbrio das contas públicas.

E um Meirelles fragilizado também é ruim para o Rio Grande do Norte, já que reside nele todas as esperanças da liberação do empréstimo há muito tempo aprovado e que é fundamental para a implementação de obras e atração de investimentos pelo governo Robinson Faria.





1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71