BLOG DO ALEX MEDEIROS

25/07/2016
Michael Moore diz porque Trump vai vencer

O controvertido cineasta e escritor americano Michael Moore, conhecido por suas ideias convergentes com o pensamento de esquerda, surpreendeu a mídia e seus seguidores ao publicar nas redes sociais cinco razões para a vitória do candidato republicano na sucessão de Barack Obama.

Ganhador do Oscar pelo documentário "Tiros em Columbine", Moore disse na web que Donald Trump será eleito presidente americano, derrotando Hillary Clinton. "Nunca na minha vida eu quis tanto estar equivocado como agora", postou ele com um ar de certeza do triunfo do milionário.

Para ele "este miserável, ignorante, palhaço e sociopata vai completar sua jornada sendo o nosso próximo presidente". Moore diz que se as pessoas pudessem votar apenas sentados no sofá de casa, Hillary venceria de goleada, "mas os eleitores têm que sair de casa e fazer cola para votar", escreveu.

Moore argumenta que se a maioria vive em bairros pobres, de negros e de latinos, não só estará em filas maiores de votação como encontrará um esquema próprio para impedir o voto, que não é obrigatório. Em sua opinião, a eleição dos EUA será vencida pelo candidato que tiver os eleitores mais motivados. "E a resposta é Donald Trumo", afirmou.

Veja agora os cinco motivos que levarão Trump à vitória, na avaliação de Michael Moore:

1. O voto da classe operária do Meio Oeste
Moore acredita que o candidato republicano vai focar a maior parte da sua atenção nos quatro estados que votam predominantemente no Partido Democrata. Eles formam o cinturão industrial dos Grandes Lagos: Michigan, Ohio, Pensilvânia e Wisconsin. As pesquisas de opinião parecem dar razão ao cineasta, já que nas primárias de março os eleitores de Michigan votaram em maior parte nos republicanos. E Trump está na frente na Pensilvânia e empata em Ohio.

2. Os furiosos homens brancos
Após 240 anos de homens governando os EUA, este domínio poderia estar chegando ao fim com uma vitória de Hillary, algo que muitos não aceitam. "Há uma sensação de que o poder escapou das mãos dos homens brancos, isto vai levar os descendentes de origem europeia a votar em Trump.

3. O problema de Hillary Clinton
"Nosso maior problema não é Trump, é Hillary. É tremendamente impopular (perto de 70% pensam que não é de confiança e que é desonesta) e representa a velha política", diz Moore. "Nenhum democrata, e também nenhum independente, vai se levantar em 8 de novembro entusiasmado para votar em Hillary como fizeram com Obama".

4. O voto deprimido de Bernie Sanders
Ainda que as pesquisas mostrem que mais seguidores de Sanders votarão em Hillary este ano do que quando votaram nela nas primárias de 2008 quando venceu Obama, será um "voto deprimido", será "um eleitor que não arregimentará outras cinco pessoas para a candidata democrata e nem fará campanha por ela", afirma Moore. E ainda avalia que os jovens que não votam em Trump votarão num candidato independente ou ficarão em casa.

5. O voto antissemita
"Não subestimemos a habilidade do eleitorado para ser malvado", adverte o escritor. "Milhões irão votar em Trump não porque estão de acordo com ele, não porque apoiam sua intolerância ou seu ego, mas simplesmente porque podem". A formação judaica do país pesará em favor do discurso contra o terror. E conclui: "Muita gente vai adorar estar na posição de marionete e votar em Trump só para ver como deverão ser as coisas". Ou seja, para Michael Moore, o grosso do eleitorado vai votar como um jurado do reality show em que se transformou a campanha protagonizada por Donald Trump.

 





25/07/2016
Vexame olimpico

O mundo nem precisava das trapalhadas no Rio de Janeiro para formar a velha imagem que já tem do Brasil como uma república de bananas. O vexame na Vila Olímpica, com seus problemas básicos, e os roubos de objetos das delegações que chegam, estão confirmando o que os gringos pensam de nós.

Depois que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), comentou que estava quase "quase botando um canguru na frente do prédio" da delegação da Austrália, "para ficar pulando e eles se sentirem em casa", um assessor de imprensa australiano respondeu: "Não queremos canguru, queremos encanadores".

A delegação australiana se recusou a ficar na Vila Olímpica até que os inúmeros problemas do local sejam solucionados. O condomínio foi inaugurado neste domingo (24) e, até o início da noite, já tinha recebido atletas de 26 países.

"Não precisamos de cangurus, precisamos de encanadores para dar conta dos vários lagos que encontramos nos apartamentos", disse o diretor de comunicação do comitê olímpico australiano, Mike Tancred, ao jornal Folha de S. Paulo.

A equipe da Austrália deve ficar em um hotel nos arredores, mas não divulgou o local por questões de segurança. Em entrevista à imprensa durante a tarde, a chefe de missão da Austrália, Kitty Chiller, ressaltou que já participou de outros cinco Jogos Olímpicos e que nunca viu situação parecida como a presenciada no Rio de Janeiro.

"Eu não havia presenciado esse estado, ou melhor, essa falta de estado, em um período como esse", frisou Kitty Chiller. "Neste momento, eu não estou preparada para deixá-los entrar neste ambiente. Há agora uma equipe de encanadores em cada andar, em cada apartamento, para arrumar vazamentos", disse.

Depois de uma Copa do Mundo sem legado fora de campo e vexaminosa dentro, os problemas na Rio 16 estão apenas começando.

 





22/07/2016
Alien na sequência de Prometheus

Com a finalização das filmagens de "Alien: Covenant", a saga do diretor Ridley Scott terá continuidade a partir de 2017 e dará aos fãs uma resposta para o final do filme Prometheus, que deixou curiosidade no ar desde quando foi lançado em 2012.

A atriz Katherine Waterston, protagoniza a aventura no papel do novo personagem Daniels, nos remete de imediato a tenente Ellen Ripley da saga original e que foi interpretada por Sigourney Weaver. Além da semelhança física, os trajes de Daniels também lembram Ripley.

O novo filme de Scott se contextualiza com Prometheus numa trama que ocorre dez anos depois. A nave Covenant chega ao planeta Rumbo, situado em área remota do cosmo e cujas características lembram um paraíso inexplorado.

Fazem parte do elenco Michael Fassbender (que atuou em Macbeth), Danny McBride (de Rock em Cabul), Billy Crudup (de Watchmen), Jussie Smollett (da série Empire), Demian Bichir (Os Oito Odiados) e Noomi Rapace, que participou de Prometheus como a arqueóloga Elizabeth Shaw.





Veja o video:

22/07/2016
Vem aí Punho de Ferro

A Marvel e a Netflix juntaram as mãos para divulgar durante a San Diego Comic-Con - maior evento de cultura pop do mundo - o primeiro cartaz e alguns teasers do novo projeto televisivo e cinematográfico, o seriado do personagem Punho de Ferro.

As novas gerações não viram, mas o herói criado em 1974 já teve revistinha própria no Brasil a partir de 1977 quando a editora Bloch lançou "Punhos de Aço", título que provavelmente quis explorar a popularidade do Superman (Homem de Aço).

Um tempo depois, o personagem ganhou versão com tradução ao pé (ou à mão) da letra e no singular, Punho de Aço, na editora RGE (a saudosa Rio Gráfica). E depois a editora Abril pegou os direitos e publicou Punho de Ferro, como se diz hoje.

Punho de Ferro surgiu num período em que as artes marciais ganharam notoriedade no mundo a partir do sucesso dos filmes de Bruce Lee e do seriado televisivo Kung Fu, com David Carradine. As décadas de 1960 e 1970 foram férteis na propagação dos golpes orientais.

Até um herói brasileiro foi criado, o Judoka, com direito a uma revista na famosa editora Ebal. Também nos EUA, a DC Comic já havia inserido na Legião dos Super-Heróis, em 1966 (mesmo ano em que Bruce Lee estrelava na série O Besouro Verde), o personagem Karatê Kid (aqui era Rapaz Karatê) que depois foi adotado nos filmes com o então jovem ator Ralph Macchio.

O seriado Punho de Ferro na Netflix mostrará Danny Rand (alter ego do herói) retornando a Nova York após dez anos vivendo no reino místico de K'un-Lun. Na divulgação, aparece o ator Finn Jones no papel do mestre em kung fu tendo em destaque a tatuagem do dragão, símbolo do Punho de Ferro.





22/07/2016
Temer e Maia, os engavetadores

A turma do PT e os intelectuais das mamatas estatais estão felizes com a iniciativa do presidente Michel Temer em solicitar ao presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM), que não coloque em pauta nenhuma CPI antes das eleições para prefeito e vereador, inclusive as que devem investigar a UNE e a Lei Rouanet.





22/07/2016
À margem do Rio

Acompanhar competição de atletismo olímpico sem a delegação da Rússia
é como assistir festival de cinema sem filme de Hollywood.





22/07/2016
Tribuna vazia

A gravação do terceiro programa de debates com pré-candidatos a prefeito de Natal, realizada ontem na TV União, atrasou um bocado com a desistência do deputado Jacó Jácome (PSD). Quando a produção percebeu que ele não iria aparecer, tratou de convidar às pressas um outro candidato. O programa vai ao ar no domingo. Quem estava lá garante que terá um bom bate-boca entre Kelps Lima (SDD) e Luís Gomes (PEN).





21/07/2016
Caça ao Pokémon Go em Natal

Com o aumento da expectativa do jogo Pokémon Go ser liberado no Brasil ainda nesta semana, jovens natalenses estão se mobilizando pelo Facebook e outras redes para um dia inteiro de caça aos monstrinhos da Nintendo (são 151 bichos) no espaço do Parque das Dunas no próximo dia 30.

Na manhã de hoje, a página criada no Facebook já contava com mais de 2,4 mil interessados no encontro, sendo que mais de 1,4 mil já confirmaram presença no velho Bosque dos Namorados. É a febre mundial botando grau na galera local.





21/07/2016
Rock com baião de dois

A cantora Khrystal e o músico Sami Tarik se apresentam hoje à noite, a partir das 21 horas, no bar El Rock Natal, na segunda edição do projeto Baião de Dois.

O bar fica na Rua Raimundo Chaves, 1892, Candelária, perto da sede da televisão Band Natal. Estará aberto a partir das 19h.





20/07/2016
Dia do amigo

NO PRINCÍPIO ERA O VERBO
DEPOIS NO VÁCUO UM ESTAMPIDO
E O UNIVERSO CRIOU O AMIGO. 
                                                    (am)





1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71