BLOG DO ALEX MEDEIROS

22/06/2016
O caro teatrinho petista

A produtora do ator Sérgio Mamberti, dileto militante do PT e ex-diretor do setor de arte teatral do Ministério da Cultura nos governos de Lula e Dilma, é mais um sortudo que conseguiu a autorização, via Lei Rouanet, para receber quase R$ 1 milhão (R$ 954 mil) para montar uma peça. Vai dirigir "Irresistível", de Frances Fabrice Roger-Lacan para fazer 36 apresentações em São Paulo.

Sua amiga senadora Fátima Bezerra deverá prestigiar o artista companheiro (na foto como folião do bloco criado pela petista no carnaval da Redinha).





Veja o video:

22/06/2016
Maradona há 30 anos

Houston, EUA, NRG Stadium, mais de 70,5 mil torcedores assistindo o confronto EUA e Argentina. Aos 4 minutos de jogo, Lionel Messi eleva a bola numa parábola precisa como a flecha lançada ao alto para atingir o alvo na curva da queda livre.

O atacante Lavezzi avança para o ponto de descida da lúdica esfera e com um toque de cabeça desvia para as redes americanas encobrindo o goleiro Guzan. O argentino parte para comemorar o gol repetindo na fisionomia um gesto de Maradona na Copa de 1994, realizada também ali, nos EUA.

Os hermanos enfrentavam a seleção da Romênia, do craque Hagi, e tinham tudo para avançar na competição, talvez aquela onde nenhuma seleção tinha tanto talento como outras tantas em copas anteriores. Naquele jogo, tiraram Maradona de campo, acusado de uso de cocaína.

A careta de Lavezzi, entretanto, foi um ato solitário, quem sabe involuntário, que a mídia tratou de classificar como homenagem ao ex-craque dos anos 80/90 do século XX. Na verdade, o sentimento que envolve a atual seleção argentina na campanha impecável da Copa América é o aniversário de 30 anos do título mundial de 1986.

E mais, na goleada de ontem, quase todos lembravam que hoje, 22 de junho, faz três décadas do gol que abriu o caminho da conquista daquela Copa disputada no México. O gol mais emblemático e lembrado da história das copas; o gol de mão de Maradona contra a Inglaterra.

Voltemos.

Cidade do México, Estádio Azteca, mais de 115 mil espectadores acompanham a partida entre Argentina e Inglaterra pelas quartas de final, a mesma fatídica fase em que o Brasil perdeu nos pênaltis para a França num jogo que poderia ter destino diferente não fosse o tiro livre perdido por Zico.

Argentinos e ingleses foram para o intervalo num empate sem gols. No retorno, logo aos 6 minutos, Maradona avança com a bola, limpa na frente dos zagueiros e toca para um companheiro, mas o zagueiro Steve Hodge interfere chutando a bola para o alto em direção ao goleiro Peter Shilton. O camisa 10 corre para dividir e usa sutilmente a mão para fazer o gol.

Com a torcida britânica e parte da imprensa esperando a anulação do gol, o juiz Ali Bin Nasser, da Tunísia, corre para o centro do gramado e valida. Após o jogo, Maradona declarou que o gol fora feito com "la mano de Dios". Até hoje, numa parede do Azteca há uma placa celebrando os dois gols dele naquele jogo. Aliás, o segundo foi uma pintura, batizado pela FIFA de "o gol do século".

Mas, aí, já é outra história e outro gol.





21/06/2016
Ezequiel realiza debate sobre carcinicultura

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), aceitou proposta feita por José Vieira e Zeca Melo, presidente e superintendente do conselho deliberativo do Sebrae, respectivamente, para liderar a criação de um fórum para debater os gargalos da carcinicultura potiguar. O tema foi debatido na manhã desta terça-feira (21), em reunião realizada na Assembleia Legislativa, que também contou com a participação do deputado Gustavo Carvalho (PSDB).

"Será um fórum de política ambiental, um oportunidade muito importante para que governo do estado, entidades produtoras e fiscalizadoras do setor, além dos produtores, possam buscar soluções para os gargalos que existem e precisam ser superados, trazendo segurança jurídica e ambiental para o setor", destacou Ezequiel Ferreira.

Os produtores do Rio Grande do Norte, que já foi o maior produtor de camarão no país, enfrentam dificuldades com órgãos fiscalizadores, infraestrutura precária que impede que o setor cresça como deveria, além da dificuldade em obter licenciamento ambiental estadual e a cobrança de impostos sobre insumos para a produção e das importações.

"Queremos diminuir as dúvidas e inseguranças, principalmente dos pequenos produtores que trabalham na área mais molhada. Para isso, convidaremos o Executivo, Judiciário, Ministério Público, órgãos que trabalham com licenciamento e produtores para uma mesa redonda", explica Zeca Melo. A expectativa é criar um ambiente favorável ao desenvolvimento da produção potiguar. Os pequenos representam 95% da força produtiva do setor, contabiliza o superintendente do Sebrae.

O setor ainda enfrenta insistentes demandas junto ao IBAMA, Idema e a promotoria do meio ambiente que, de acordo com José Vieira, dificultam os licenciamentos. Segundo a Federação da Agricultura e Pecuária no Rio Grande do Norte (Faern), o ambiente atual não é favorável ao setor. "Os produtores sofrem com problemas de interpretação dos órgãos", destaca.

Não bastassem os fatores citados, o não reconhecimento por parte de algumas instituições da Lei Cortez Pereira (que regulamenta a carcinicultura no RN), que teve o deputado Gustavo Carvalho (PSDB) como relator, é outro problema enfrentado pelo setor. A proposta aprovada pela Assembleia Legislativa foi sancionada pelo governo em setembro de 2015 e dispõe sobre fomento, proteção e regulamentação da atividade no RN e reconhece a carcinicultura como uma atividade agrossilvipastoril.

"Todos os órgãos precisam ter um só entendimento da lei. Precisamos agilizar o processo de produção do setor no Rio Grande do Norte e não burocratizar", resume o presidente Ezequiel Ferreira, defensor da lei Cortez Pereira.

A data de realização ainda não foi definida, mas a expectativa é que aconteça nos próximos 30 dias reunindo Governo do Estado, Poder Judiciário, Ministério Público, Idema, Ibama, entidades produtoras e produtores. A produção de camarão, produto que já foi carro-chefe da economia potiguar, vem perdendo força nos últimos anos.





20/06/2016
Xenófobos movem-se por Londres

O referendo inglês que decidirá a permanência ou não do Reio Unido na zona do euro, também chamado de Brexit (abreviatura de Britânia Fora), está tirando o sono do velho continente e do mundo ocidental diante da probabilidade cada vez mais real de que a ilha de Shakespeare se isole de uma vez.

Uma pesquisa divulgada no fim de semana revelou o que os analistas e jornalistas já desconfiavam: 69% dos ingleses acham que a imigração é demasiada alta e compromete o futuro social da Europa, enquanto que 58% consideram que a ruptura com a EU ajudaria a diminui-la.

Tal sentimento estimula os partidos e movimentos chamados de "eurocéticos", que passam a fomentar mais mensagens contra a presença de estrangeiros, principalmente muçulmanos, africanos e orientais, e incendeiam a campanha do referendo aumentando a chance de vitória do Brexit.

Os números da pesquisa são também um grande golpe no tecido social histórico de Londres, a capital cosmopolitana com talvez o mais complexo quadro multicultural do planeta (abaixo só de Nova York). onde 40% dos seus moradores são estrangeiros.

A profusão que tomou o discurso xenófobo obrigou de imediato o primeiro-ministro britânico, David Cameron, a reforçar nos contra-argumentos mostrando o perigo do isolamento e as consequências catastróficas com uma saída da Inglaterra da União Europeia.

Líderes das grandes nações ocidentais também correram para contraditar a campanha contra imigrantes que toma conta das cidades britânicas. A questão é que a imigração tornou-se o segundo maior problema para a população europeia, atrás apenas da economia. Nos últimos dias, ganhou as ruas um grande apelo para que as comunidades estrangeiras votem contra o Brexit.





20/06/2016
O paradoxo Eduardo

Quem quer que seja escolhido marqueteiro do prefeito de Natal, vai ter como primeiro grande desafio na batalha da comunicação resolver uma questão não tão fácil: impedir, ou tentar, que as oposições martelem na mídia, nas redes sociais e nas ruas a ligação parental e política de Carlos Eduardo com seu primo Henrique Eduardo.

As denúncias que fizeram Henrique sair do Ministério do Turismo não foram as primeiras e não serão as últimas, o que supõe que até outubro, mês da eleição, novos problemas surjam para o líder do PMDB no estado. E isso traga também, para prejuízo do atual prefeito, o "paradoxo de Eduardo".

Porque como se não bastasse o mesmo nome de ambos, um terceiro Eduardo ainda poderá aparecer na propaganda eleitoral e na guerrilha de internet: o ex-presidente da Câmara Federal e deputado cassado, Eduardo Cunha, um dos mais íntimos amigos de Henrique e que segundo a Lava Jato arrecadou para a campanha dele em 2014.

Quanto mais Eduardos, mais vai arder a batalha da comunicação que está para começar.





20/06/2016
A nova prefeita de Roma

Com quase 70% dos votos da "Cidade Eterna", a advogada Virginia Raggi, 37, foi eleita no domingo a nova prefeita de Roma. Ela é líder e militante de um partido se diz livre da velha política e que renega os partidos tradicionais, o M5S (Movimento 5 estrelas).

Lembrando que o Brasil foi praticamente destruído por uma estrela só. Mas, vamos dar um voto de confiança na advogada. Toda mulher bonita merece uma atenção especial, ao menos nos primeiros contatos.





19/06/2016
A estilização da breguice

Nem só de distribuir títulos de cidadão para cantores de axé music e forró pasteurizado vive a Câmara Municipal de Natal. A mais nova invencionice é transformar em "patrimônio cultural" as ridículas quadrilhas estilizadas que há pouco mais de uma década se proliferaram como produtos chineses em bancas de camelô. Em nome de São João, o santo que dorme muito em junho, se pratica as mais artificiais manifestações no RN. Ah, também se usa dissimuladas interpretações das teses de Cascudo em defesa de espertezas e mediocridades.





18/06/2016
Cuidado com os remédios

Jornais e sites da Europa estão publicando listas com alguns remédios que aparentemente não oferecem risco de efeitos colaterais, inclusive aqueles que compramos sem prescrição médica, mas que são perigosos e podem comprometer nossa saúde.

Em algumas listas está o Omeprazol, comumente automedicado para o controle das crises de azia e úlceras estomacais. Ocorre que em 2012 a FDA (o departamento do governo dos EUA que controla remédios, suplementos alimentares e alimentos) detectou que usuários adquirem uma infecção similar à colite e muito resistente a antibióticos.





18/06/2016
Messi igual Batistuta

Lionel Messi marcou mais um gol, neste sábado na goleada de 4 x 1 sobre a Venezuela, e além de assumir isolado a artilharia da Copa América com 4 gols, alcançou a marca recorde do ex-atacante Gabriel Batistuta, sendo agora também o maior artilheiro da seleção platina com 54 gols.

Há, porém, na própria Argentina uma tese de que ainda faltam dois gols para Messi igualar o Batigol, apesar da FIFA não reconhecer dois gols que ele fez contra um time B da Eslováquia em 1995. No jogo deste sábado, o craque do Barcelona foi novamente fundamental para a vitória argentina, construindo as jogadas e fazendo boas assistências, como a do primeiro gol de Higuain, quando deu um passe milimetrado de uns 50 metros.





18/06/2016
Desmascarando Lula de uma vez

Enquanto a militância petista estrebucha e rumina buscando argumentos que ainda possam estabelecer um mínimo de seriedade ao PT e aos seus líderes, a operação Lava Jato avança cada vez mais em direção ao senhor Luiz Inácio Lula da Silva, o chefe maior de toda a corrupção que enlameou a República.

A revista IstoÉ traz em sua edição deste sábado, com as fuças de Lula na capa, uma reportagem especial e exclusiva sobre a delação premiada do empresário Léo Pinheiro, um dos sócios da construtora OAS, aquela mesma que construiu a Arena das Dunas e que distribuiu propina no RN a granel.

Os procuradores que são liderados pelo juiz Sergio Moro nas investigações estão chamando a delação de "tiro de misericórdia", de "bala de prata", a principal arma capaz de aniquilar os vampiros, representado na comparação pelo capo petista.

Pinheiro conta tudo, de como Lula fez lobby internacional e tráfico de influência para grandes obras da OAS no Peru, Chile, Uruguai, Costa Rica, Bolívia e países da África. Em troca, um mar de propina e cachês de pop star.

Segundo a reportagem, o empresário decidiu contar a verdade sobre o esquema que gerou o apartamento do Guarujá, o sítio de Atibaia e que fez sumir objetos valiosos do Palácio do Planalto, do Palácio da Alvorada e da Granja do Torto, tudo desviado para um depósito da Granero em Barueri e um local em Jaguaré, na capital paulista.

A revista diz que os investigadores já não têm dúvidas sobre os esquemas ilegais e imorais de Lula na função de presidente da República, e que Leo Pinheiro provará que ele se beneficiou pessoalmente, além do próprio PT, da roubalheira na Petrobras.

Veja a íntegra da matéria de IstoÉ aqui: http://goo.gl/oqJBkD





1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71