BLOG DO ALEX MEDEIROS

02/06/2016
Hai kai

Meu futuro é o presente
pois sou egologista
defendo o meu ambiente. 





02/06/2016
Dia sem imposto em BH

Até ontem, todo o dinheiro que o trabalhador de Belo Horizonte ganhou foi para arcar com os impostos que, segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT),consumiram 41,8% da renda, ou 153 dias de trabalho.

Durante todo o dia de hoje, para chamar a atenção para o peso da carga tributária do Brasil, cerca de 200 lojistas da região metropolitana da capital mineira venderão produtos e serviços sem os tributos. Vai ter prato feito custando 20% menos, gasolina 38% mais barata e até carro zero com 29% de desconto.

Nas primeiras horas da manhã, já havia filas em postos de gasolina e lojas de carros zero e usados.

Fonte: Diário O Tempo





02/06/2016
Gente estúpida, gente hipócrita

Na rede globalizada, milhares de bestas indignados porque guardas de um zoológico abateram um gorila que estava prestes a matar uma criança de quatro anos.

Ninguém teclando palavras de ordem em protesto contra uma tribo de índios no Pará que tenta tirar de uma mãe seus dois bebês para os abandonar na floresta, cumprindo uma tradição que trata como maldição o nascimento de gêmeos. 





02/06/2016
A super máquina das castas

E a Câmara Federal promoveu ontem mais um mega inchaço da máquina pública, aprovando novo aumento para o Judiciário e o Ministério Público. O ato representa mais R$ 58 bilhões no orçamento de um País quebrado pela corrupção generalizada e pela má gestão de um partido formado por ladrões.

Gigante adormecido, o Brasil ainda respira.





02/06/2016
Rádios à venda

Com a mudança obrigatória das rádios AM para o sistema FM, ainda este ano, a Rede Tropical de Rádio vai se desfazer das emissoras em cinco cidades do Rio Grande do Norte. O empresário Tarcisio Maia já estaria procurando potenciais compradores para assumirem o controle das rádios de Pau dos Ferros, Macau, Currais Novos, Caicó e Nova Cruz.





02/06/2016
Temporada das pesquisas

Junho é mês de breguice junina, de muito futebol e também é o mês em que os partidos politicos começam a planejar suas convenções com vistas às eleições, no caso de 2016 é a disputa pelas prefeituras e pelas vagas nas câmaras municipais.

Na perspectiva da luta política, junho acaba sendo também a temporada das pesquisas e enquetes eleitorais. E em se falando de Natal há para todos os gostos, derna os tempos de Geraldo Melo surpreendendo o estado e se elegendo governador, lá se vão trintanos. Né, Serejo?

Ontem, na abertura do mês, a rádio 98 FM, o diário Novo e o blogueiro Bruno Giovanni soltaram no ar e nas ruas uma pesquisa do instituto Consult para prefeito de Natal. E o resultado mostra o atual alcaide Carlos Eduardo (PDT)na frente com 36,3%, seguido de longe pelo deputado Fernando Mineiro (PT) que também é líder da rejeição.

Depois de tanta publicidade e jornalismo a favor, de folias literárias e carnavalescas, de testemunhos sobre bom mocismo e coisa e tal, eu imaginava que na soleira das convenções o prefeito estivesse beirando os 50% de preferência popular. Este patamar de trinta e poucos por centos é padrão de qualquer governo, bom ou ruim, basta consultar velhas pesquisas aqui e alhures.

Em junho de 2014, o então deputado Henrique Alves (PMDB), que construiu a maior aliança que já se viu no RN, detinha uma vantagem espetacular sobre os demais concorrentes, estava com muito mais da metade do estado pensando em votar nele.

A nova pesquisa Consult pode levantar ânimos no Palácio Felipe Camarão e adjacências bajulatórias, mas me parece deixar uma janela escancarada que aponta um amplo horizonte de segundo turno, que, aliás, é uma velha tendência das eleições em Natal.

A pesquisa também esqueceu alguns detalhes no questionário estimulado, aquele em que aparecem os nomes dos supostos postulantes ao cargo de Carlos Eduardo. Omitiram os nomes de Wilma de Faria (que há poucos dias em Santa Cruz ventilou a possibilidade de disputar mais uma vez a prefeitura) e do Capitão Styvenson (que em três recentes pesquisas variou entre 10% e 14%). Ah, e a pesquisa incluiu Rogério Marinho (PSDB), que já declarou não ser candidato.

Algum auxiliar informal do prefeito dirá, "mas Wilma e Styvenson apareceram com pouco percentual na espontânea". Ora, direi, na espontânea podem aparecer até eu e os fakes de Mossoró. A ex-prefeita e o policial deveriam ter seu nome na estimulada, já que foi contemplado quem não quer nem vai se candidatar.

Mas, isso é junho, o começo das festas. Muitas pesquisas explodirão na mídia, na blogosfera, nas ruas da cidade. Como as bombinhas e os balões que já ensaiam mais uma temporada de animações, queimas e rezas. E, por que não?, de pesquisas. 





31/05/2016
Projetos aprovados na Comissão de Constituição e Justiça da AL

Em reunião ordinária realizada nesta terça-feira, (31), a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) presidida pelo deputado Albert Dickson (PROS) analisou e votou seis matérias da pauta, sendo duas consideradas constitucionais e duas inadmissíveis e distribuiu nove Projetos de Lei que serão relatados na reunião da próxima terça-feira (7).

“Havia outras matérias para apreciação, mas tivemos que suspender a reunião, função da reunião conjunta da CCJ, Finanças e Fiscalização e Administração, para discussão da matéria do repasse de recursos do TJ-RN para o Fundo Penitenciário do Estado”, afirmou Albert Dickson.

As matérias aprovadas foram o Projeto de Lei 223/2015, de autoria do deputado Gustavo Fernandes (PMDB), que dispõe sobre a obrigatoriedade da divulgação da presença de glúten e lactose nos cardápios de bares, hotéis, restaurantes, fast-foods e similares e duas de concessão de titulo honorífico de cidadão norte-rio- grandense. Participaram da reunião os deputados Galeno Torquato (PSD), José Adécio (DEM), Márcia Maia (PSDB), Gustavo Fernandes (PMDB), Dison Lisboa (PSD) e Kelps Lima (Solidariedade).





Veja o video:

30/05/2016
A vida é um fato global

O jornalista Janio Vidal dedicou seu comentário de hoje no programa Encontro com a Notícia, da TV Tropical (afiliada Record), à interpretação do fenômeno da comunicação instantânea dos dias atuais, um assunto que eu tenho destacado aqui e desde quando escrevia uma coluna diária de jornal impresso.

Janio se remete a Charlie Chaplin, que cunhou no começo do século XX a frase "A vida é o fato local", uma versão modernista daquilo que o escritor russo Tolstoi aconselhou os pintores décadas antes, no século XIX, dizendo "Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia".

Assim como os avanços tecnológicos da segunda metade do século XX modificaram sobremaneira os meios de produção dos tempos de Karl Marx - tirando a precisão sociológica das teses socialistas - também a globalização e o advento da Internet e das redes sociais aposentaram os conceitos românticos de Chaplin e Tolstoi.

O fato global está hoje encalacrado nas nossas vidas. Nos atemos aos acontecimentos distantes com a atenção de quem balança o berço de um filho. Damos relevância a um assalto numa padaria de São Paulo, a uma briga de marido e mulher no Piauí, a um atentado numa aldeia do Afeganistão. Nossos meninos conhecem mais os craques da Europa do que os jogadores de ABC e América.

Vamos ouvir Janio Vidal no comentário sobre as confusões no Brasil e as intempestividades do ministro da Transparência. Pois é, tem essa pasta no governo de Michel Temer.





30/05/2016
Made in Brazil

As redes nacionais de TV, Bandeirantes e SBT, estão querendo que o governo brasileiro aumente o limite de aporte de capital estrangeiro em emissoras de televisão, que atualmente está restrito a 30%.

Executivos que representam a família Saad (dona da Band) e Silvio Santos (do SBT) sugerem que com 49% das ações nas mãos de investidores estrangeiro o controle continuaria com empresários nacionais.

Já que é provável tal iniciativa das duas redes paulistas, seria de bom tom que se tentasse anular a ridícula lei que obriga altos percentuais de produções brasileiras na grade de programação dos canais estrangeiros. Esta ingerência é a porção comunista do Estado driblando a nossa Constituição.





30/05/2016
Deputado Ezequiel Ferreira propõe ações em Cruzeta e S. José de Campestre

Com o objetivo de promover melhorias na área de infraestrutura de rodovias e transporte o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), propôs um conjunto de ações para os municípios de São José do Campestre e Cruzeta.

As ações contemplam a pavimentação e drenagem de ruas, além da conclusão da reforma de uma ponte. “A falta de pavimentação e drenagem em ruas urbanas prejudica e dificulta o tráfego e o acesso dos moradores. A realização de obras nesse sentido irão contribuir para valorização dos imóveis e para integração da comunidade”, destacou o deputado.

Em requerimentos, Ezequiel sugere que a ação de pavimentação e drenagem de ruas seja efetivada através de convênios entre os municípios de Cruzeta e São José do Campestre. “A realização de parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal leva para os municípios infraestrutura necessária, principalmente para as comunidades mais carentes e demonstra a participação que o Governo esta fazendo em parceria com os municípios distribuindo recursos e investindo na infraestrutura”, destaca.





1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71