BLOG DO ALEX MEDEIROS

04/04/2016
O jazzista do último tango

O saxofonista argentino Leandro "Gato" Barbieri, um dos grandes músicos contemporâneos do jazz moderno, morreu sábado aos 83 anos em um hospital de Nova York devido a uma pneumonia, informaram no domingo fontes da sua família e jornais americanos.

Ganhador de um Grammy pela trilha sonora do clássico filme O Último Tango em Paris, dirigido por Bernardo Bertolucci e protagonizado por Marlon Brando e Maria Schneider em 1972, ele foi reconhecido na cerimônia do Grammy Latino em novembro de 2015 pela "excelência musical".

Ao receber o prêmio, disse à plateia que o aplaudia que aquilo, na sua idade, era "uma coisa sublime". E lançou um conselho aos jovens que querem se dedicar à música: "Tem que praticar e praticar e praticar".

Barbieri era considerado um dos maiores saxofonistas da história e lançou mais de 50 álbuns. Começou a tocar com apenas 12 anos, ouvindo discos de Charlie Parker, um dos monstros do jazz.

Em 1953, entrou para a orquestra do pianista Lalo Schifrin, autor da trilha da série Missão Impossível, de 1966. Mas só ganhou fama internacional na década de 1960, durante o movimento "free jazz", se consolidando na década seguinte como lenda do jazz latino.





04/04/2016
Do bardo de Cartagena

Tradução livre de Chico Tripa, direto de Caicó.





04/04/2016
Kassab é bom de jogo

Ninguém pense que a candidatura de Andrea Matarazo a prefeito de São Paulo pelo PSD vai complicar a relação do ministro Gilberto Kassab com o Planalto.

Na verdade, a ligação se estreitou com a saída do PMDB, cujos cargos no poder central e nos estados estão sendo ocupados por outras legendas aliadas, principalmente a de Kassab.

Apesar de afinadíssimo com Lula e Dilma, o partido do ex-prefeito paulistano e do governador potiguar Robinson Faria seguirá normalmente com seu projeto de eleger o sucessor do petista Fernando Haddad.

Mesmo que Matarazzo precise bater no concorrente aliado.





04/04/2016
Lá vem Marcos Valério

O ex-coordenador do mensalão, o mineiro de Curvelo Marcos Valério já está pronto para ser ouvido pela Lava Jato. Condenado a 37 anos de prisão e cumprindo pena em Contagem (MG), ele já denunciou Delubio Soares, José Carlos Bumlai, Silvinho Pereira, Breno Altman e os donos do Banco Schain de terem armado um grande esquema para pagar R$ 6 milhões a Ronan Maria Pinto e convencê-lo a se calar sobre o papel de Lula, Gilberto Carvalho e José Dirceu no assassinato de Celso Daniel, em 2002.

Com a realização da Operação Carbono 14, a investigação comandada pelo juiz Sergio Moro vai também rever o escândalo do mensalão, onde alguns dos petistas envolvidos até já haviam sido perdoados pelo STF. Quem também será ouvida com Marcos Valério é Meire Poza, ex-contadora de Alberto Yousseff. Foi ela quem entregou a PF documento comprovando o empréstimo ao PT.





04/04/2016
Muro da vergonha

Lançado em São Paulo para exibir as estampas dos parlamentares que votam contra o impeachment de Dilma Rousseff, o Muro da Vergonha deverá ganhar versões estaduais, segundo fontes do movimento que promove manifestações antiPT pelo País. A idéia é constranger os políticos que defendem a permanência da presidente no Planalto e estimular seus eleitores a cobrarem um posicionamento pró-impeachment.





31/03/2016
A retórica ignorada

Nada no ambiente das esquerdas ou dos radicais livres é tão falso quanto a pretensa representatividade popular. Os próprios sindicatos, verdadeiros clubes de parasitas, falam em nome de muitos quando neles participam poucos.

Os famigerados movimentos sociais são quase sempre grupelhos ideológicos que se autodenominam arautos do povo. O MST e outras siglas assemelhadas, nem se fala, são formados por todos os tipos de gente, menos agricultores e miseráveis sem teto.

Até mesmo a hoje folclorizada UNE, que nos anos 60/70 do século passado dividiu o controle das universidades brasileiras sob o comando de dois josés, o Dirceu e o Serra, é porta-voz de minorias. Basta olhar seus processos eleitorais, onde a esmagadora maioria dos estudantes sequer toma conhecimento do pleito.

Um outro sinal visível aos olhos aguçados do bom leitor é a verborréia vomitada em artigos e tijolos jornalísticos na mídia. É mais do que comum, e repetitivo, o vício militante do resenhista em sentir-se autofalante das massas. Toma um tema, transforma em causa, e empurra adjetivos de indignação pessoal.

Muito recentemente, um assunto que habitou as editorias políticas do RN acabou revelando a indiferença do público quando uma dúzia de militantes se imaginou com delegação dos contribuintes para fazer um protesto e acabou virando notinha de colunas e de blogues. Somente só.

O cineasta francês, Jean-Luc Godard botou na boca de um personagem a sentança "Cada vez que ouço a palavra cultura tenho vontade de sacar meu talão de cheques". Sempre lembro do velho filme quando vejo arremedos de liderança se autoproclamando preposto do povo.

E quando exprimem seu próprio desejo dizendo que é o que a sociedade espera, mesmo ignorados pelos cidadãos, aí só lembro de uma versão de Godard: eh, vontade de puxar um revólver!





31/03/2016
O povo nas ruas em 64

Há 52 anos, num 31 de março como hoje, os militares tomaram o poder com o apoio da maioria absoluta do País e de quase toda a imprensa da época, salvo raras exceções como o jornal Última Hora, de Samuel Wainer, que preferiu ficar do lado do governo Jango e dos grupos de esquerda que quatro anos depois, em 1968, adotaram como tática de luta o sequestro, roubo de bancos e atentados.

É daquela geração de militantes que saíram os dirigentes petistas que ocuparam o governo federal a partir de 2003 culminando com a eleição de Dilma Rousseff, que foi coadjuvante da fracassada luta armada que sonhou implantar no Brasil uma ditadura marxista e leninista nos moldes de Cuba, a ilha dos irmãos Castro que após 56 anos de comunismo abriu as portas para o capitalismo e o desenvolvimento econômico.

A manchete do Jornal do Brasil, o histórico diário carioca que eu tive a honra de participar no final dos anos 1990, estampou na capa da véspera a grande foto do sentimento nacional que tomou conta das ruas, todos pedindo o fim do caos e do governo João Goulart.

O editor do JB à época era o jornalista Alberto Dines, que décadas depois virou guru de intelectuais e redatores de esquerda com o site Observatório da Imprensa, no qual me inspirei para criar a versão blague Sanatório da Imprensa em 1998.





29/03/2016
Terça gorda com TV

A bola rola hoje pelo mundo envolvendo seleções dos cinco continentes, muitas em confrontos amistosos e outras muitas em disputas eliminatórias para a Copa da Rússia 2018.

Confira abaixo os principais jogos:

EUROPA

13h Estônia x Sérvia
14h Macedônia x Bulgária
15h Noruega x Finlândia
15h30 Áustria x Turquia
15h30 Suécia x República Checa
15h30 Suiça x Bósnia
15h45 Alemanha x Itália
15h45 Portugal x Bélgica
16h Inglaterra x Holanda
16h Escócia x Dinamarca 

AMÉRICAS

17h30 Colombia x Equador
20h Uruguai x Peru
20h30 Argentina x Bolivia
20h30 Venezuela x Chile
21h45 Paraguai x Brazil
20h Trinidad e Tobago x Saint Vincent
20h25 EUA x Guatemala
22h Honduras x El Salvador
22h30 Panamá x Haiti
23h Costa Rica x Jamaica
23h30 México x Canadá

ÁFRICA

13h Angola x Congo
14h Egito x Nigéria
14h Sudão x Costa do Marfim
14h África do Sul x Camarões





28/03/2016
McCartney em Piratas do Caribe

O cantor e compositor Paul McCartney, um dos lendários integrantes dos Beatles, deverá atuar no próximo filme da saga "Piratas do Caribe", que terá como título "Os mortos não contam histórias" e será a quinta aventura da obra protagonizada pelo ator Johnny Depp.

Por enquanto, são desconhecidos os detalhes da sua participação no longa-metragem e do papel que será designado ao artista pelo diretor e produtores da saga.

Curiosamente, Paul é o segundo ícone do rock ‘n' roll a ser convidado para estrelar na aventura do capitão Jack Sparrow, o consagrado personagem de Depp, que escolheu pessoalmente o guitarrista dos Rolling Stones, Keith Richards, para ser seu pai nas edições de 2007 e 2011.

A entrada de McCartney coincide com o retorno do ator Orlando Bloom e seu personagem original Will Turner. O filme tem estreia prevista para 2017 e contará com os atores Geoffrey Rush e Javier Barden e a atriz Kaya Scodelario.





28/03/2016
Henrique deixa o Turismo

O potiguar Henrique Alves (PMDB) já não é mais ministro do Turismo. No início da noite desta segunda-feira, na véspera do seu partido decidir se fica ou sai do governo Dilma, ele entregou a presidente uma carta de exoneração.

Amanhã, terça, 29, o PMDB vai se reunir e decidir, por aclamação, o desembarque do governo, onde a legenda tem o vice-presidente Michel Temer, sete ministros e mais algumas centenas de militantes que se misturam às mobílias federais.

Veja abaixo o texto da missiva do ex-ministro do Turismo, o primeiro a cair fora do barco petista:

"Excelentíssima senhora presidenta Dilma,

Venho por meio desta carta entregar o honroso cargo de Ministro do seu Governo e agradecer por toda a confiança e respeitosa relação mantida durante esses onze meses em que trabalhamos juntos.

Pensei muito antes de fazê-lo, considerando as motivações e desafios que me impulsionaram a assumir o Ministério (e que acredito ter honrado): fazer do Turismo uma importante agenda econômica, política e social do Governo e do País.

Mas, independente de nossas intenções, o momento nacional coloca agora o PMDB, o meu partido há 46 anos, diante do desafio maior de escolher o seu caminho, sob a presidência do meu companheiro de tantas lutas, Michel Temer.

Todos - o Governo que assumi e o PMDB que sou - sabem que sempre prezei pelo diálogo permanente. Diálogo este que - lamento admitir - se exauriu.

Assim, presidenta Dilma, é a decisão que tomo. Não nego que difícil, mas consciente, coerente, respeitando o meu Rio Grande do Norte, e sempre - como todos nós - na luta por um Brasil melhor.

Estou certo de que, sendo a senhora alguém que preza acima de tudo a coerência ideológica e a lealdade ao seu próprio partido, entenderá a minha decisão.

Respeitosamente,

Henrique Eduardo Alves"





1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71