História

06/06/2016 00:00:00
Artistas cultuam Muhammad Ali

Por Alex Medeiros

As homenagens e tributos ao maior de todos os pugilistas não param pelo mundo afora. Os fãs e também artistas continuam lamentando a morte de Muhammad Ali, ocorrida no sábado, todos postando mensagens nas redes sociais.

O presidente dos EUA, Barack Obama, foi taxativo ao dizer que nenhum foi igual a Ali, enquanto a cantora Madonna postou na sua conta do Twitter "Perdemos um dos nossos maiores tesouros nacionais. Ele era o maior".

O ator Will Smith, que interpretou o boxeador no cinema em 2001 no filme "Ali" dirigido por Michael Mann, disse também nas rede sociais que o atleta "revolucionou o mundo a ponto de mudar a minha vida".

O também ator e produtor Sylvester Stallone, que fez o papel de outro mito do boxe, Rocky Marciano, numa série de quatro filmes, declarou que Ali "era um homem extraordinário, ele era o verdadeiro Apollo Creed", numa referência ao personagem da sua obra interpretado por Carl Weathers.

Já o rapper P. Diddy exibiu nas redes uma foto ao lado do atleta tirada na Broadway. "Esta imagem significa muito para mim. Ele me mostrou o amor de pai que eu não tive, permanecendo por três horas me olhando jogar. Era um grande homem, eu sinto sua falta".

Até quem nasceu muitos anos depois de Ali ter pendurado as luvas se comoveu com sua partida, como o jovem cantor canadense Justin Bieber, que postou no Instagram "Ele era um cara encantador que se manteve firme até o fim".

Ator e ex-governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger postou duas fotos ao lado de Muhammad Ali em épocas distintas com o texto dizendo "Sempre será uma inspiração, sempre será meu ídolo, sempre será o melhor".

   


Comentários