CineTV

01/06/2016 00:35:53
Sábado Som, 1975

Programa de Nelson Motta revolucionou a TV Brasileira com muito Rock e pouco papo 

 
Foi num sábado de abril de 1974, que um fenômeno inimaginável ocorreu na TV brasileira, no horário das 16h. Mudando a sua programação habitual, a Rede Globo colocou no ar um programa chamado Sábado Som, produzido e apresentado pelo jornalista Nelson Motta, com o objetivo de exibir o melhor do Rock internacional, daquele momento. a estréia foi para lá de especial, com a exibição do documentário, "Live at Pompeii", uma produção de 1971, com o Pink Floyd tocando ao vivo nas ruínas da cidade romana de Pompéia. Um espetacular especial, pleno de clima lúgubre e sob a aura de um Pink Floyd em grande fase da carreira.
 
E assim sucedeu-se, sábado após sábado, videos inacreditáveis de artistas que eram muito distantes para o público brasileiro, sendo exibidos. O material que alimentava o programa, era proveniente de boas fontes das TV's americanas e europeias : Don Kirschner's Rock Concert, Midnight Special, In Concert, Old Grey Wistle Test, Top of the Pops, Rockpalast etc. Sendo assim, por meses a fio, o horário das 16h dos sábados virou sagrado.
 
Causou furor a exibição da banda holandesa, Focus e ouso dizer que a enorme popularidade da banda no Brasil, iniciou-se ali no Sábado Som. Ninguém nunca mais se esqueceu daquela banda espetacular, com um tecladista/vocalista alucinado, que em meio à um hard-Prog-Rock muito bem tocado, fazia malabarismos vocais à la "yodel", um falsete exótico e dificílimo de se cantar, típico do folclore europeu.
 
Allman Brothers Band, Alice Cooper, Poco, Chuck Berry, Triunvirat, Greenslade, Uriah Heep, Gentle Giant, Slade, David Bowie, T.Rex, Suzi Quatro, Johnny Winter, Black Oak Arkansas, Average White Band...etc. Eram artistas americanos e europeus, de várias vertentes do Rock, sendo exibidos para o nosso total deleite. O programa alvoroçou os Rockers de tal foma, que permito-me contar aqui uma experiência pessoal : A minha professora de português, preocupada em fugir do óbvio, gostava de inserir tópicos culturais nas brechas do programa didático tradicional e maçante que era obrigada a ministrar.

Mas o sucesso comercial de tal empreitada rocker talvez não fosse proporcional ao nosso entusiasmo setorizado e assim, a Rede Globo tirou o programa do ar, ainda no começo de 1975, substituindo-o por um seriado chamado Star Lost. O Sábado Som marcou época e gerou repercussão diluída em pequenas ações. Conheci lojas de discos e até de artigos sem relação com a música diretamente, que abriram com esse nome.

E também um selo com essa denominação, que chegou a lançar diversos artistas, principalmente bandas do chamado "krautrock", uma vertente do rock alemão muito interessante, formada por artistas com tendência ao Rock progressivo e experimental. Esse selo lançou bandas como Nektar, Embryo, Amon Düll II, Karthago entre outras, no mercado brasileiro. Em meados de 1976, a Globo repaginou o programa e o relançou sob o nome de "Rock Concert", sem a presença de Nelson Motta.

   


Comentários