Cotidiano

15/11/2015 02:55:20
A guitarra dos deuses

Instrumento celebrizado por gênios da Música só teria como rival Fender Stratocaster

 
A Gibson Les Paul foi o resultado de uma colaboração de design entre a Gibson Guitar Corporation e o guitarrista de jazz e inventor Les Paul.Em 1950, com a introdução da Fender Telecaster no mercado musical,as guitarras elétricas se tornaram uma febre entre o público. Em reação a isso, o presidente da Gibson Ted McCarty trouxe o guitarrista Les Paul como consultor.Les Paul era um respeitado inovador que tinha realizado experimentos com design de guitarras por anos para beneficiar a sua própria música.
 
De fato, ele havia construído com as próprias mãos um protótipo de corpo sólido chamado The Log, um design mais tarde considerado amplamente como o primeiro de corpo sólido já construído, (Spanish Guitar) em oposição da Hawaiian, (uma guitarra de lap steel). Essa guitarra é conhecida como The Log por causa do seu núcleo sólido que é um bloco de pinho, cuja largura e profundidade são um pouco maiores que a largura do braço.Apesar de numerosos outros protótipos e modelos de corpo sólido de produção limitada de outros fabricantes já tivessem vindo à tona, é sabido que entre 1945 e 1946 , Les Paul tinha se aproximado da Gibson com oprotótipo da The Log mas esse design de corpo sólido foi rejeitado. 
 
Em 1951, essa rejeição inicial se tornou numa colaboração de design entre a Gibson Guitar Corporation e Les Paul. Foi acordado que a nova guitarra Les Paul seria um instrumento caro, e bem feito nos moldes da tradição da Gibson. Apesar de as lembranças serem diferentes em relação a quem contribuiu com o que no design da Les Paul, ela estava longe de ser uma réplica de mercado dos modelos fabricados pela Fender. Desde os Anos 1930, Gibson havia oferecido guitarras de corpo oco, (semiacústicas) como a Gibson ES-150; no mínimo, esses modelos de corpo oco forneciam uma pista sobre o design da nova Gibson de corpo sólido, incluindo um corpo mais tradicional em forma mais curva que o oferecido pela rival Fender e com o braço colado, em contraste com o braço parafusado dos modelos da Fender.
 
A relevância das contribuições de Les Paul para o design de sua guitarra Gibson permance controverso. O livro 50 Anos da Gibson Les Paul limita a contribuição de Les Paul a duas: aconselhar sobre a peça do corpo que seguraria as cordas junto à ponte (tailpiece) e a cor de preferência (afirmando que Les Paul preferia a cor dourada porque "parecia ser mais caro", e a segunda escolha seria a cor preta porque "parece que seus dedos estão se movendo mais rápido" e "parece elegante como um terno").

       


Comentários