BLOG DO ALEX MEDEIROS

01/12/2018
O caráter e elegância de George Bush

A morte de George Herbert Walker Bush, o quadragésimo primeiro presidente dos Estados Unidos, consternou a vida política norte-americana. O anúncio por seu filho e também ex-presidente, George W. Bush, gerou muitas manifestações de respeito e condolências por personalidades republicanas e democratas.

Bush se foi poucos meses após o falecimento de sua esposa, Bárbara Bush, com quem ele foi casado durante 73 anos e juntos formaram uma família de cinco filhos e dezessete netos. No Twitter, o filho ilustre avisou aos irmãos: "a Jeb, Neil, Marvin e Doro me entristece anunciar que nosso amado pai morreu".

George Bush governou os EUA entre 1989 e 1993, no período do final da histórica Guerra Fria com a Rússia. No seu governo, o país venceu a primeira Guerra do Golfo. O ex-presidente Barack Obama declarou que o país perdeu um patriota que "ajudou a acabar com a Guerra Fria sem disparar um único tiro".

Na Argentina, onde estava participando da cúpula do G20, o atual presidente Donald Trump destacou a "autenticidade essencial, a inteligência afiada e o compromisso inabalável de Bush com a fé, a família e o país", lembrando que o ex-presidente inspirou gerações de compatriotas a entrarem no serviço público.

O firme caráter de George H. W. Bush ficou bastante visível e refletido numa carta que ele deixou no birô do Salão Oval da Casa Branca, quando estava prestes a deixar o governo e entregá-lo ao democrata Bill Clinton, que o derrotou na eleição presidencial de 1992. O que há de simples, há de emoção na missiva.

Em 2016, quando a mulher de Clinton, a senadora Hillary Clinton, estava enfrentando o republicano Donald Trump, ela postou a foto da carta de Bush no Instagram, numa forma de exibir a grandeza de um ícone adversário que não apoiava a candidatura do próprio partido. A família Bush torceu por Hillary.

Eis a carta do derrotado Bush para o vitorioso Clinton: "Caro Bill, quando entrei neste gabinete agora, senti o mesmo sentimento de reverência e respeito que senti há quatro anos quando aqui cheguei. Eu sei que você vai sentir isso também. Eu te desejo muita felicidade aqui. Eu nunca senti a solidão que alguns presidentes descreveram.
Haverá momentos muito difíceis, ainda mais difíceis por causa das críticas que você pode não achar justas. Eu não sou muito bom em dar conselhos, mas não deixe que as críticas o desencorajem ou tirem você do curso. Você será nosso presidente quando ler esta carta, e eu já o terei sido. Seu sucesso agora é o sucesso do nosso país. Desejo muito encorajamento. Muita sorte. George
".

Na quarta-feira, haverá uma homenagem póstuma oficial em Washington, por determinação do presidente Donald Trump, com alcance nacional. Depois, o corpo do ex-presidente será levado para o Texas, terra natal da família Bush, onde será sepultado na Biblioteca e Museu que leva o seu nome.