BLOG DO ALEX MEDEIROS

08/02/2019
Futebol xing ling

Na terça-feira os mais de 1 bilhão de chineses comemoraram a chegada do ano de 4717, de acordo com o famoso calendário repleto de bichos. Para a China, o mundo entrou no ano do porco, às vezes chamado de javali por alguns redatores desavisados. E um segundo evento mexeu com o país.

E é este outro evento que merece um registro, porque estabeleceu uma incrível marca nas estatísticas do futebol mundial. Vamos começar do começo. Em 2016, o empresário chinês Chen Yansheng comprou o time catalão do Espanyol, que vem a ser o maior rival doméstico do poderoso Barcelona.

Após modificar o modelo de gestão do clube, comprar alguns jogadores e montar parceria televisiva para transmissão dos jogos na China, ele trouxe para a Catalunha o melhor jogador compatriota em atividade, Wu Lei, apelidado na Ásia de "O Messi Chinês" e maior artilheiro da liga local com 102 gols.

Wu Lei, além de exímio driblador, assistente e goleador, detém também o título de jogador mais jovem da história a atuar como profissional em um campeonato oficial reconhecido pela FIFA. Ele estreou no time do Shangai, em 2005, com apenas 14 anos e 287 dias. Em novembro ele completa 28 anos.

No domingo, 3, quando todos os chineses se organizavam para os festejos da entrada do novo ano na terça, 5, o jogo do Espanyol contra o Villarreal parou o país. Era a esperada estreia do astro Wu Lei no time. Apesar de jogar apenas por 15 minutos, ele atraiu uma audiência de mais de 40 milhões de almas.

Saliente-se que a Espanha inteira tem pouco mais de 46 milhões de habitantes, segundo censo de 2017. A presença do jogador chinês com o uniforme em azul e branco, encarando o "submarino amarelo", apelido do Villarreal, virou uma festa antecipada do réveillon suíno. Os números são apenas da televisão.

Pela Internet (mesmo com alguns limites nas redes sociais chinesas) a popularidade do ponta esquerda também foi cultuada, o que deixou felicíssimo o presidente chinês do Espanyol, que como outros semelhantes usam o futebol como estratégia sócio-econômica para alavancar os negócios da velha China.

As conhecidas redes sociais do Ocidente, como Facebook, Twitter e Instagram não têm relevância na China, que tem suas próprias com milhões de usuários, com destaque para quatro delas: Webo, WeChat, TikTok e Donghgiudi. E todas cresceram depois que o jogador Wu Lei assinou o contrato com o Espanyol.

Sua chegada também é extremamente importante para o time catalão, que poderá reduzir a distância do rival Barcelona na briga por simpatizantes na Ásia, continente dominado nas vendas de camisas pelos chamados grandes clubes da Europa. Os primeiros 15 minutos são um bom sinal para o Espanyol.