BLOG DO ALEX MEDEIROS

08/02/2019
Incentivos fiscais à cultura

A Prefeitura do Natal publicou o edital da renúncia fiscal referente à Lei de Incentivo Cultural Djalma Maranhão, num valor de R$ 9,5 milhões.

O fato animou produtores e artistas locais, que agora aguardam ansiosos que o Governo do Estado faça o mesmo em referência à Lei Câmara Cascudo.

É necessário também que a classe empresarial potiguar compreenda a real importância de colocar parte dos seus impostos a disposição de projetos e eventos culturais.

Há dois motivos determinantes que levam grande parte das empresas a não adotarem a totalidade da renúncia fiscal em prol da cultura: primeiro porque os donos não alcançam a importância de atrelarem seus negócios às coisas culturais; segundo porque alguns são simplesmente incultos.