BLOG DO ALEX MEDEIROS

26/08/2019
A mulher do Thor

A fase quatro do MCU (Universo Cinematográfico da Marvel na sigla em inglês) vem por aí repleta de novidades, também de retornos, ou as duas coisas ao mesmo tempo. Um exemplo é o filme "Thor: Amor e Trovão".

A quarta parte sobre o filho de Odin chega aos cinemas americanos em 5 de novembro de 2021 - ainda sem data confirmada no Brasil - e o diretor Taika Waititi segue na saga após a boa experiência em 2017 com a aventura "Thor: Ragnarok".

No novo filme do deus do trovão, a namorada e cientista Jane Foster, interpretada pela atriz Natalie Portman, estará de volta após sumir em "Thor: O Mundo Sombrio", de 2013, dirigido por Alan Taylor.

Na nova trama, ela adquire os poderes de Thor e o controle do místico martelo Mjolnir, tornando-se a versão feminina do herói. Jane Foster foi criada pelo trio Stan Lee, Jacky Kirby e Larry Lieber em 1962, e era enfermeira de Don Blake, o alter ego de Thor.

Desde que o novo filme foi lançado, uma chuva de especulações e análises apressadas foram publicadas, a maioria dando conta de que a Marvel optou pela substituição do herói de Asgard, entregando seu legado a Jane Foster.

Até teses feministas alimentaram redatores aqui e alhures. Mas, a essência de Asgard na personagem feminina não é novidade no universo dos quadrinhos, assim como Foster não é a única versão fêmea dos super-heróis da Marvel.

A Mulher Thor segue a mesma intenção mercadológica da Mulher Hulk, da Mulher-Aranha, copiando uma tática da editora rival DC Comics quando lançou Supergirl, Batgirl no rastro da Mulher Maravilha, a primeira garota da marca.

O diretor Waititi deu uma entrevista na semana passada desfazendo dúvidas e delírios ideológicos sobre o retorno de Jane Foster. E informou que o Thor histórico estará também no filme, garantido o rito de passagem da sua amada.

Lá no início do texto eu disse que a quarta fase do MCU tinha novidades, certo? Então vou dizer também que é preciso esperar um pouco para ver o martelo Mjolnir nas mãos femininas, porque o filme é que vai encerrar a fase.

Até chegar nos poderes de Jane Foster, os fãs devem acompanhar as primeiras aventuras, que começam exatamente com outra mulher: a Viúva Negra (ou Natasha Romanoff), interpreta pela gostosaça Scarlett Johansson.

O filme solo da integrante dos Vingadores será dirigido por Cate Shortland e estreia nos EUA em 1º de maio do ano que vem - ainda sem data no Brasil. Depois tem Shang-Chi, Dr. Estranho, Soldado Universal, Visão e Feiticeira Escarlate...