BLOG DO ALEX MEDEIROS

18/05/2017
O temor de Janot

Uma nota emitida há pouco pelo procurador geral Rodrigo Janot pede aos seus pares que continuem acreditando nas instituições republicanas. Mais do que um recado de equilíbrio diante do caos, a nota também esconde nas entrelinhas um temor com a reação da sociedade contra a epidemia de corrupção em todos os poderes.

É fato que crescem a cada dia manifestações de apoio a uma intervenção militar no País, como aconteceu em 1964 quando uma crise política e moral bem menor do que a atual levou as lideranças das Forças Armadas a tomarem as rédeas da nação atirada na anarquia e posteriormente nos crimes de guerrilha e sequestros.

Há muito tempo as pesquisas de opinião dos diversos institutos brasileiros colocam as três forças militares como instituições de maior credibilidade e confiança. Até os bombeiros, que gozam da simpatia da população por arriscarem a própria vida pela coletividade, está atrás na preferência popular.

A nota de Janot carrega o temor dessa sintonia entre os quartéis e a sociedade.